Alexandre de Moraes manda Polícia Federal fazer buscas e apreensões na casa de General do Exército que criticou Toffoli e Gilmar pelo Twitter.


Um dia após mandar retirar do ar matéria de Capa da Revista Crusoé que foi repercutida pelo site Antagonista e por diversos órgãos de impensa e ainda determinar que a Policia Federal faça a oitiva dos jornalistas que escreveram a matéria, o ministro Alexandre de Moraes determinou que a Polícia Federal fizesse buscas e apreensões na casa do general do Exército Paulo Chagas em razão de críticas postadas por este em sua conta no Twitter, contra o Supremo e principalmente comtra seu presodente Dias Toffoli e contra o ministro Gilmar Mendes.

A ordem foi dada no inquérito sigiloso instauradibpot Dias Toffoli contra o que chamabde notícias fraudulentas ou fake news contra a Corte e seus ministros.

Vejam algumas das postagens feitas pelo General que revelou também pelo Twitter, que era alvo das buscas e apreensões.






MAIS VISITADAS DO MÊS

Única nota 1000 do ENEM de Pernambuco faz homenagem a seu professor de Português

Exclusivo: Sai João e entra Tadeu na sucessão no Recife

À Época, Antônio Campos afirma ter denunciado, às autoridades, esquema maior do que o da Paraíba, operando em Pernambuco pelas mãos de Renata Campos e do PSB

Coincidência: donos do terreno desapropriado por R$ 38 milhões por Geraldo Julio são parentes de outro prefeito do PSB

Ataques de Secretário de Geraldo Julio contra Patrícia Domingos em debate são confissão de pânico de uma possivel candidatura da policial à Prefeitura do Recife