Alexandre de Moraes manda Polícia Federal fazer buscas e apreensões na casa de General do Exército que criticou Toffoli e Gilmar pelo Twitter.


Um dia após mandar retirar do ar matéria de Capa da Revista Crusoé que foi repercutida pelo site Antagonista e por diversos órgãos de impensa e ainda determinar que a Policia Federal faça a oitiva dos jornalistas que escreveram a matéria, o ministro Alexandre de Moraes determinou que a Polícia Federal fizesse buscas e apreensões na casa do general do Exército Paulo Chagas em razão de críticas postadas por este em sua conta no Twitter, contra o Supremo e principalmente comtra seu presodente Dias Toffoli e contra o ministro Gilmar Mendes.

A ordem foi dada no inquérito sigiloso instauradibpot Dias Toffoli contra o que chamabde notícias fraudulentas ou fake news contra a Corte e seus ministros.

Vejam algumas das postagens feitas pelo General que revelou também pelo Twitter, que era alvo das buscas e apreensões.






MAIS VISITADAS DO MÊS

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Radar: João Campos recebe mais de R$ 5,2 milhões do Fundo Eleitoral do PSB e é recordista nacional de doações

Pesquisa: Marília Arraes e Delegada Patrícia despontam empatadas na liderança da disputa para a PCR e podem protagonizar disputa inédita no Recife