Mãe deficiente denuncia recusa do IMIP e Samu em transportar filho em crise psicótica para Hospital especializado. Leiam o relato endereçado ao Blog




Pais de um paciente psiquiátrico relata ao Blog que buscou atendimento ambulatorial para o filho, no IMIP, onde o paciente já seria tratado há anos. Entretanto, em razão de seu estado apresentar agressividade e surto psicótico, o IMIP entendeu que seria o caso de removê-lo para o Hospital Psiquiátrico Ulisses Pernambucano. Ocorre que de acordo com a mãe, o IMIP se recusou a fornecer uma ambulância para o transporte. Acionados, o Samu também se recusou sob a alegativa de que não realiza o transporte de pacientes entre unidades terciárias, enquanto a PM afirmou que só transporta autores de delitos e o paciente era inimputável.

Os pais, que são moradores do Cabo de Santo Agostinho e deficientes físicos reportam ter sofrido humilhações e que o filho apesar de ter sido medicado no IMIP continua sem tratamento adequado.

Nosso Blog encaminhará o relato à Ouvidoria do MPPE, que tem uma Promotoria especializada em defesa dos direitos de pessoas com deficiência para as providencias que entenderem cabíveis.

O espaço está aberto para os esclarecimentos das instituições citadas pela denunciante.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos