Advogado é preso suspeito de mandar incendiar Fórum para destruir processos




O advogado Enes Borges de Mendonça foi preso na última terça-feira (21) suspeito de mandar incendiar o Fórum de Itapaci, na região central de Goiás. Segundo a Polícia Civil, ele e outros três familiares cometeram o crime porque queria destruir processo em que ele era apontado como suspeito de crimes como homicídio e ameaça.

O G1 não conseguiu localizar a defesa dos suspeitos até a publicação dessa reportagem. Em nota, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) informou que ainda não foi comunicada sobre a prisão de Enes e que de acordo com a lei, é direito dele ter a presença de um representante da ordem no momento da prisão. A seccional goiana disse que vai apurar e acompanhar o caso.

O caso foi descoberto após um familiar do advogado procurar a delegacia no último dia 7 para denuncia-lo. “Ele [Enes] tinha intenção de destruir os processos criminais que tramitavam na comarca de Itapaci. Ele respondia a processos por tentativa de homicídio, coação, desacato, ameaça, então a intenção dele er destruir esses processos”, disse o delegado Matheus Melo.

O incêndio aconteceu em agosto de 2017. Duas salas foram atingidas pelas chamas. O vigilante do local foi amarrado e deixado próximo ao prédio. No momento em que o fogo começou, um caminhão-pipa da prefeitura da cidade que regava as plantas nas ruas passava pelo local e atuou no combate às chamas até a chegada do Corpo de Bombeiros.

“As provas relacionadas ao processo criminal dele não foram atingidas, mas outros processos foram destruídos. A intenção primordial dele foi frustrada”, disse o delegado.

Além de Enes, o genro dele, Paulo Henrique Braga, foi preso suspeito de participação do crime. Um terceiro familiar está foragido. Já o quarto envolvido, que fez a denúncia à polícia, não foi preso porque está colaborando com as investigações.

Os suspeitos vão responder por provocar incêndio, inutilização de documentos, roubo e tentativa de homicídio.

Fonte: G1

MAIS VISITADAS DO MÊS

São dois, os Secretários de Geraldo Julio, presos pela Polícia Federal, ontem, por desvios em obra da BR 101, ambos indicados por Sebastião Oliveira

Mãe "rica" da "Beira Mar" reclama de escola cearense que coloca seus filhos em aulas on line com crianças de "outro nível". Escola emite nota lamentando discriminação

Com Covid19, Sikêra Jr. chora ao vivo e alerta: "não façam como eu fiz. Não subestimem a doença"

Juiz faz Inspeção nas unidades de saúde para Covid-19, de Pernambuco, e oficia MPPE e MPF, para que investiguem possíveis crimes na ocorrência de óbitos por falta de UTIs no Estado que até hoje não explicou com o que gastou R$ 9,7 bilhões recebidos do SUS e repassados a OSs

Exclusivo: Deputado Sebastião Oliveira, de Pernambuco foi alvo de buscas e apreensões da PF na Operação Outline. Dois ex-servidores do DER foram presos na manhã de hoje