CRUSOÉ: DELATOR VISITOU FBC EM DIA DE PAGAMENTO DE PROPINA



A revista eletrônica Crusoé traz mais uma revelação bombástica envolvendo o líder do governo Bolsonaro, Fernando Bezerra Coelho, ex-homem forte dos governos Eduardo Campos, Dilma Rousseff e Michel Temer e que deixou o PSB para se filiar ao MDB.


De acordo com a matéria, escrita por Fabio Serapião, o ex-diretor da Odebrecht, João Pacífico, esteve no prédio do Ministério da Integração Nacional em 28 de agosto de 2013, mesmo dia que o departamento de propina da empreiteira registrou um pagamento de R$ 350 mil para o então comandante da Pasta, Fernando Bezerra Coelho.

LEIA TAMBÉM
CRUSOÉ: LÍDER DE BOLSONARO, FBC APARECE NO BANCO DOS DOLEIROS


Documentos entregues à Polícia Federal pelo próprio Ministério confirmam que nos dias 21 e 28 de agosto de 2013, com destino ao gabinete do ministro. Segundo o delator, a Odebrecht teria pago R$ 1 milhão a título de propina para que FBC liberasse recursos do Canal do Sertão. em Alagoas.


Ainda segundo a Crusoé, o delator contou ao MPF que o pagamento de R$ 350 mil seria a primeira parcela do acordo.


A segunda parcela teria sido os R$ 500 mil registrados no Sistema do "banco dos doleiros", revela mais cedo também pela revista.


Segundo a defesa de FBC, em contato com a Crusoé, o senador não teria recebido a propina.


MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos