Empresa alvo da Operação Convescote venceu 9 licitações somente no mês de abril para fornecer alimentos para o Gabinete de Paulo Câmara


A empresa Kaluah, que foi alvo da Operação Convescote, da DRACO e que resultou na prisão do dono desta empresa e no afastamento do secretário de Políticas Sociais e Juventude, da Prefeitura do Paulista, José Augusto da Costa e de outros quatro servidores, dentre eles, o pregoeiro, sagrou-se vencedora em nada menos que 9 licitações realizadas pelo gabinete do governador Paulo Câmara, apenas do mês de abril, deste ano.

Os dados constam do Portal Tome Contas do TCE, que também revelam a contratação da mesma empresa, por diversas prefeituras por valores milionários. A mepresa Kaluah que pertence ao empresário Norberto Pessoa Brito, preso na operação, juntamente com Aluísio Mendes de Araújo, proprietário da Araújo Dantas, é suspeita de fraudar licitações e de fornecer alimentos vencidos e em quantidades menores que as especificadas no contrato, para pessoas idosas e dependentes químicos dos abrigos da Prefeitura do Paulista. Será que para o gabinete do governador, essa empresa também fornecia esse tipo de alimento?


Vejam os dados do Tome Conta:







MAIS VISITADAS DO MÊS

PF flagrou 114 contatos telefônicos entre desembargadora afastada e traficante de drogas e assaltante de carro-forte

STF afasta Conselheiro do TCM-BA por propina de R$ 25 milhões exigida quando era ministro das Cidades

"Jovem deputado foi nutrido na mamadeira da Odebrecht", responde Antonio Campos ao sobrinho João Campos após ser chamado de "mau sujeito" em audiência da Câmara

Remuneração a juíza do TJ-PE chega a mais de R$ 1 milhão em novembro, revela a Folha de São Paulo

Veja: COAF achou R$ 40 milhões na conta de um desembargador