FUNDAJ: Sai Bertini e entra Antonio Campos.



Portaria publicada hoje no Diário Oficial da
União traz a nomeação do advogado e escritor Antônio Campos como novo presidente da FUNDAJ em substituição ao produtor cultural Anfredo Bertini, que era ligado ao ex-ministro da Educação Ricardo Vélez, também exonerado. O detlahe é que a Portaria não traz o tradicional "a pedido", o que deixa transparecer que Bertini teria saído a contragosto. Antonio Campos, atualmente filiado ao Podemos, é irmão do ex-governador Eduardo Campos e filho da ministra Ana Arraes, do TCU e disputou a prefeitura de Olinda pelo PSB.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
O MINISTRO DE ESTADO CHEFE DA CASA CIVIL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, no uso de suas atribuições e tendo em vista o disposto no art. 2º do Decreto nº 8.821, de 26 de julho de 2016, resolve: Nº 1.810- EXONERAR ANTÔNIO ALFREDO BERTINI DE TORRES BANDEIRA do cargo de Presidente da Fundação Joaquim Nabuco - FUNDAJ, código DAS 101.6. Nº 1.811- NOMEAR ANTÔNIO RICARDO ACCIOLY CAMPOS, para exercer o cargo de Presidente da Fundação Joaquim Nabuco - FUNDAJ, código DAS 101.6.

MAIS VISITADAS DO MÊS

São dois, os Secretários de Geraldo Julio, presos pela Polícia Federal, ontem, por desvios em obra da BR 101, ambos indicados por Sebastião Oliveira

Mãe "rica" da "Beira Mar" reclama de escola cearense que coloca seus filhos em aulas on line com crianças de "outro nível". Escola emite nota lamentando discriminação

Com Covid19, Sikêra Jr. chora ao vivo e alerta: "não façam como eu fiz. Não subestimem a doença"

Exclusivo: Deputado Sebastião Oliveira, de Pernambuco foi alvo de buscas e apreensões da PF na Operação Outline. Dois ex-servidores do DER foram presos na manhã de hoje

Com salário líquido de R$ 7,9 mil, Secretário de Geraldo Júlio, preso pela PF por desvios no DER, confessa prática de agiotagem e posse de R$ 1,4 milhão em dinheiro. Prefeitura silencia