Maia rompe com líder do governo Bolsonaro que acusou colegas de terem relações políticas em troca de "sacos de dinheiro"

Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia JORGE WILLIAM / AGÊNCIA O GLOBO

A Revista Época, em seu site, conta que teria sido tensa a reunião do Colégio de Líderes da Câmara, encerrada há pouco, quando Rodrigo Maia anunciou rompimento com o líder do governo, Major Vitor Hugo, que estava presente na reunião.

Segundo Maia, Vitor Hugo compartilhou no fim de semana uma mensagem dizendo que as relações políticas só funcionam na base do dinheiro.

Disse Maia:

“Vítor Hugo está excluído da minha relação porque ele compartilhou no grupo de deputados que negociar é entrar na Câmara com um saco de dinheiro”.

Aos demais líderes, na frente de Maia, Vitor Hugo respondeu que tentou de todas as maneiras criar uma relação com Maia.

“Tentei de todas as maneiras e o Maia fugiu. Fugiu de ter uma relação. Ele só me atende depois de fazer tudo que tem que fazer. Ele não pode determinar quem entra ou não na Residência Oficial da Presidência da Câmara. A residência oficial é da Câmara e não dele, isso não é democrático”.

Após a fala de Vitor Hugo, Maia o interrompeu dizendo que a reunião estava terminada.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos