Operação Convescote: Organização criminosa teria fraudado licitações e ainda fornecia alimentos vencidos para dependentes químicos e idosos, em Paulista. Município foi escolhido para celebrar convênio com Sergio Moro para combate à criminalidade




Organização criminosa teria fraudado licitações e ainda fornecia alimentos vencidos para dependentes químicos e idosos, em Paulista


A Polícia Civil de Pernambuco deflagrou, nesta terça-feira (28), a Operação Convescote, que investiga crimes de fraudes em licitações, organização criminosa, falsidade ideológica e corrupção ativa e passiva na prefeitura de Paulista, na Região Metropolitana do Recife (RMR). 

Na ação, que contou com a participação de 80 policiais civis, foram presos os empresários Norberto Pessoa Brito, dono da Kaluah, e Aluísio Mendes de Araújo, proprietário da Araújo Dantas, além de ter sido determinado pela Vara Criminal da Comarca do Paulista, do pregoeiro Marcos Veríssimo de França e de Marina Dantas de Lima, que fiscalizava os contratos, Joseli Nunes da Silva, que recebia os alimentos entregues pelas empresas, além de Zenaide Carla Barbosa, que atuava no gabinete do prefeito.  A Justiça também determinou o afastamento do secretário municipal de Políticas Sociais, Juventude e Esportes, José Augusto Costa.

A organização criminosa é investigada por irregularidades em contratos que somam R$ 600 mil na compra de alimentos destinados para locais de acolhimento de idosos e dependentes químicos.

Foram cumpridos, ainda, 15 mandados de busca e apreensão mediante os quais foram apreendidos 5 automóveis, um revólver e R$ 230 mil, em espécie, na residência do Pregoeiro. A investigação é conduzida pelo Departamento de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Draco) e teve início em janeiro de 2019.

No ano passado, o secretário, agora afastado, José Augusto Costa, que é do Rio Grande do Norte e que também é vereador do Município, eleito pelo MDB, numa coligação com o PSDC e o PSL, chegou a ser homenageado pelo deputado estadual Francismar Pontes, do PSB, mesmo partido de Junior Matuto, prefeito de Paulista, por relevantes serviços que teria prestado a pessoas carentes. De acordo com a Polícia Civil, a organização criminosa integrada pelo homenageado fornecia alimentos estragados e em quantidade inferior ao contratado a dependentes químicos e a pessoas idosas em abrigos do Município.

Secretário afastado por corrupção foi agraciado com o título de cidadão pernambucano por deputado do PSB

De acordo com o delegado Jean Rockfeller, diretor de Polícia Especializada, os empresários se uniram para fraudar a compra de alimentos para abrigos de acolhimento para idosos e dependentes químicos. "Eles se uniam para direcionar as licitações", afirmou o policial que ainda acrescentou: "Identificamos que os empresários não entregavam os alimentos ou forneciam produtos sem qualidade e até vencidos".



Na semana passada, o Município do Paulista chegou a receber a visita do Ministro da Justiça, Sergio Moro, para celebração de um Convênio pelo qual a cidade, que é governada pelo prefeito Junior Matuto, do PSB, seria a primeira no País a receber um programa piloto de combate à criminalidade. Pelo visto, a ação começou pela própria Prefeitura e pela equipe do prefeito.

MAIS VISITADAS DO MÊS

São dois, os Secretários de Geraldo Julio, presos pela Polícia Federal, ontem, por desvios em obra da BR 101, ambos indicados por Sebastião Oliveira

Mãe "rica" da "Beira Mar" reclama de escola cearense que coloca seus filhos em aulas on line com crianças de "outro nível". Escola emite nota lamentando discriminação

Juiz faz Inspeção nas unidades de saúde para Covid-19, de Pernambuco, e oficia MPPE e MPF, para que investiguem possíveis crimes na ocorrência de óbitos por falta de UTIs no Estado que até hoje não explicou com o que gastou R$ 9,7 bilhões recebidos do SUS e repassados a OSs

Respiradores comprados pela Prefeitura do Recife a empresa veterinária só foram testados em porcos. Confiram os vídeos

Exclusivo: Deputado Sebastião Oliveira, de Pernambuco foi alvo de buscas e apreensões da PF na Operação Outline. Dois ex-servidores do DER foram presos na manhã de hoje