OPERAÇÃO MAR ABERTO: SOCIALITE PERNAMBUCANO PRESO NA OPERAÇÃO GASTOU QUASE R$ 3 MILHÕES COM CARTÕES DE CRÉDITO, REVELA DECISÃO QUE MANDOU PRENDÊ-LO. ESPOSA E DEMAIS PARENTES OSTENTAVAM GASTOS INCOMPATÍVEIS COM OS GANHOS DECLARADOS

Na foto, o prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB), em evento social com o DJ Jopin e o primo, Aníbal, presos ontem na operação Mar Aberto. (Foto: Aníbal Pinteiro, Bruno Rego, Marcelo Barraca, Janguie Diniz, Geraldo Júlio, Bruno Novaes e na frente José Pinteiro, o DJ Jopin.) 


O Blog da Noelia Brito obteve, com exclusividade, cópia da decisão da Juíza Ana Cristina Mota, da Vara dos Crimes contra a Administração Pública e Ordem Tributária, que determinou a prisão de integrantes de um grupo familiar da alta sociedade de Pernambuco e de funcionários do grupo a quem a Polícia Civil de Pernambuco imputa os crimes de sonegação fiscal de pelo menos R$ 66 milhões decorrentes de faturamentos de mais de R$ 350 milhões nos últimos 5 anos.

 SAIBA QUEM SÃO OS 21 ALVOS




A decisão foi proferida nos autos do processo nº 25407-64.2017.8.0001 a pedido da delegada da Delegacia de Combate aos Crimes  contra a Ordem Tributária - DECOT, Dra. Priscilla Von Sohstem Calábria Lima. De acordo com a decisão, num primeiro momento o inquérito policial foi instaurado para investigar as empresas do grupo familiar liderado por José Pinteiro da Costa Neto. Logo em seguida, a polícia requereu à Justiça a quebra dos sigilos bancário e fiscal das empresas, bem como dos sócios:



Com a quebra dos sigilos, a autoridade policial pediu as medidas cautelares de prisão e buscas e apreensões, depois de constatar que o grupo criava e extinguia empresas para evitar ser localizado e não pagar os tributos lançados pela SEFAZ em autos de infrações.



Além disso, os investigados apresentaram padrão de gastos e de vida incompatíveis com os ganhos declarados à Receita Federal, sendo que o sobrinho do líder do grupo, Aníbal Pinteiro é dono de um automóvel Porsche avaliado em mais de R$ 300 mil que não foi declarado à Receita.



Conforme nosso Blog antecipou ontem, o empresário José Pinteiro é sócio da Moura Dubeux em um empreendimento pelo qual devem uma pequena fortuna de IPTU à Prefeitura do Recife:





O empresário José Pinteiro da Costa Neto chegou a gastar a impressionante quantia de R$ 2,9 milhões apenas com cartões de crédito, destaca a decisão:





No decorrer do dia nosso Blog trará mais detalhes da longa decisão que colocou na prisão a elite da sociedade pernambucana, por sonegação e lavagem.

Manifestamos voto de louvor às nossas fontes que nos colocam sempre à frente na divulgação das informações sempre documentadas, mesmo quando o governo ordena a seus assessores que nos "soneguem" informações que são dadas a todos os demais meios de comunicação do Estado (com o perdão do trocadilho).


MAIS VISITADAS DO MÊS

São dois, os Secretários de Geraldo Julio, presos pela Polícia Federal, ontem, por desvios em obra da BR 101, ambos indicados por Sebastião Oliveira

Mãe "rica" da "Beira Mar" reclama de escola cearense que coloca seus filhos em aulas on line com crianças de "outro nível". Escola emite nota lamentando discriminação

Com Covid19, Sikêra Jr. chora ao vivo e alerta: "não façam como eu fiz. Não subestimem a doença"

Exclusivo: Deputado Sebastião Oliveira, de Pernambuco foi alvo de buscas e apreensões da PF na Operação Outline. Dois ex-servidores do DER foram presos na manhã de hoje

Com salário líquido de R$ 7,9 mil, Secretário de Geraldo Júlio, preso pela PF por desvios no DER, confessa prática de agiotagem e posse de R$ 1,4 milhão em dinheiro. Prefeitura silencia