PERNAMBUCO CONECTADO II: NEM O TCE/PE QUER OS SERVIÇOS DA EMPRESA PREDILETA DO GOVERNO DE PERNAMBUCO, QUE EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL PRESTA SERVIÇOS DEFICIENTES E MAIS CAROS QUE A CONCORRÊNCIA, AFIRMA CLARO EM DOCUMENTO AO TRIBUNAL

Documento protocolado no último dia 07 de maio junto ao Tribunal de Contas de Pernambuco pelo Consórcio liderado pela EMBRATEL/CLARO, vencedor da licitação do Programa Pernambuco Conectado II com proposta inferior em mais de R$ 700 milhões ao preço do edital, traz uma revelação curiosa sobre os serviços que a empresa OI, que vem sendo beneficiada com o adiamento pelo governo Paulo Câmara, da homologação do resultado da licitação, tem prestado no âmbito do Programa Pernambuco Conectado I. É que além da COMPESA, também o próprio TCE/PE, onde tramitam duas denúncias "anônimas" contra a vencedora dispensou os serviços da OI, que poderia ser contratada por meio de uma adesão ao contrato do Estado de Pernambuco com a empresa. A dispensa teria como fundamento a deficiente prestação dos serviços e os preços exorbitantes cobrados pela OI, muito superiores aos da concorrência, a ponto de somente ter alcançado a terceira colocação na nova licitação.

Ainda de acordo com o documento protocolado junto ao TCE/PE, mesmo tendo alcançado apenas o terceiro lugar na licitação, em razão dos preços exorbitantes, a OI insiste junto ao Governo Paulo Câmara com a desclassificação dos dois melhores colocados para que continue com o contrato bilionário do Pernambuco Conectado II.

Enquanto não for homologado o resultado, a OI, que parece ter a preferência de integrantes do governo Paulo Câmara, continua recebendo por serviços já denunciados como de péssima qualidade.

Conforme já publicamos aqui, várias Escolas do interior reportam que a velocidade da internet fornecida pela OI é insuficiente para atender à demanda das aulas de informática e do funcionamento da secretaria das Escolas. Quando os alunos estão em aula, a Secretaria não pode usar a internet.

Mais detalhes sobre o documento do Consórcio EMBRATEL/Claro ao TCE/PE, ainda hoje, em nosso Blog.

Procurada pelo Blog, via e-mail, a OI não quis se pronunciar sobre a licitação.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Milionários pernambucanos aparecem na "caixa preta" do BNDES anunciada por Bolsonaro. Saiba quem são.

Lava Jato chega a Pernambuco: "Amplo esquema criminoso leva Lava Jato a bloquear mais de R$ 3,5 bilhões do PSB, de FBC, do Espólio de Eduardo Campos, Do MDB e de Eduardo da Fonte além de vários empresários

Sem saber que estava sendo gravado, marido e assessor de vereadora relata fraudes em licitações envolvendo deputado federal e esquemas com emendas parlamentares. Até manipulação do MPPE para obter vantagens ele confessa

Cunhado de Paulo Câmara ganha cargo comissionado na Presidência do TRT6. Funcionários veem favorecimento

Incômodo de políticos influentes com investigações estariam por trás de perseguições a Delegada Patrícia Domingos, suspeita presidente da ADEPPE