PREFEITO DE CAMARAGIBE ENTRA COM MANDADO DE SEGURANÇA PARA BARRAR VOTAÇÃO DO IMPEACHMENT MARCADA PARA AMANHÃ, MAS JUIZA AINDA NÃO APRECIOU O PEDIDO DE LIMINAR




Acabamos de verificar nos autos do processo 008970-92.2019.8.17.2420, referente a um mandado de Segurança impetrado pelo prefeito de Camaragibe, Demóstenes Meira, contra o presidente da Câmara Municipal daquele Município, na esperança de barrar, por meio de uma liminar, o julgamento do processo do seu impeachment que está previsto para amanhã, segundo o próprio advogado de Meira apontou em petição protocolada há pouco no PJE







O prefeito de Camaragibe, que foi alvo de uma Operação Policial da DRACO, responde a duas ações de improbidade movidas pelo Ministério Público de Pernambuco, mas teve o pedido para seu afastamento negado pela Justiça.

MAIS VISITADAS DO MÊS

PF flagrou 114 contatos telefônicos entre desembargadora afastada e traficante de drogas e assaltante de carro-forte

STF afasta Conselheiro do TCM-BA por propina de R$ 25 milhões exigida quando era ministro das Cidades

"Jovem deputado foi nutrido na mamadeira da Odebrecht", responde Antonio Campos ao sobrinho João Campos após ser chamado de "mau sujeito" em audiência da Câmara

Remuneração a juíza do TJ-PE chega a mais de R$ 1 milhão em novembro, revela a Folha de São Paulo

Veja: COAF achou R$ 40 milhões na conta de um desembargador