Radar: Sérgio Cabral usou hacker para espionar políticos e invadir computadores da Justiça Federal, diz delator


Segundo a Coluna Radar da Veja, a delação premiada de Rogério Onofre, ex-presidente do Detro, afirma que Sérgio Cabral teria utilizado hackers para espionar políticos e para invadir os computadores da 7. Vara Federal onde tramitam os processos da Lava Jato no Rio de Janeiro.

A espionagem contra adversários teria acontecido nas eleições de 2006, quando Cabral teria contratado um hacker chamado Maikel.

Os alvos principais eram Denise Frossard, contra quem disputava as eleições ao governo do Rio, e César Maia.

Rogério Onofre, cuja delação foi rejeitada pelo MPF, diz ainda que o hacker foi utilizado para criar notícias falsas contra concorrentes de Cabral.

Veja abaixo trecho do depoimento:




– (Reprodução/Reprodução)

MAIS VISITADAS DO MÊS

SDS transfere delegado de Arcoverde que prendeu filho da presidente da Câmara por série de homicídios e população se revolta. Vereadora é do Partido do Governador

Corruptocracia Pernambucana: Prefeito com tornozeleira é recebido com festa ao retornar ao cargo depois de desviar quase cem milhões da Previdência. Veja o vídeo

PF deflagra Operação contra empréstmos fraudulentos de R$ 8,5 milhões no BNB em Pernambuco. Empresário e bancário estão foragidos da Justiça

"Lá no apartamento de Fernandinho...ali eu tenho acesso, toda hora, todo instante". Leia trechos da degravação da conversa entre agiota do jatinho e operador dos Bezerra Coelho revelada em primeira mão pelo Blog

STJ MANDA INQUÉRITO CONTRA PAULO CÂMARA E GERALDO JULIO, POR SUPOSTOS CRIMES NA LICITAÇÃO DA ARENA PERNAMBUCO, PARA VARA DOS CRIMES CONTRA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NO RECIFE