Radar: Sérgio Cabral usou hacker para espionar políticos e invadir computadores da Justiça Federal, diz delator


Segundo a Coluna Radar da Veja, a delação premiada de Rogério Onofre, ex-presidente do Detro, afirma que Sérgio Cabral teria utilizado hackers para espionar políticos e para invadir os computadores da 7. Vara Federal onde tramitam os processos da Lava Jato no Rio de Janeiro.

A espionagem contra adversários teria acontecido nas eleições de 2006, quando Cabral teria contratado um hacker chamado Maikel.

Os alvos principais eram Denise Frossard, contra quem disputava as eleições ao governo do Rio, e César Maia.

Rogério Onofre, cuja delação foi rejeitada pelo MPF, diz ainda que o hacker foi utilizado para criar notícias falsas contra concorrentes de Cabral.

Veja abaixo trecho do depoimento:




– (Reprodução/Reprodução)

MAIS VISITADAS DO MÊS

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos