Sem crise, Ipojuca abre licitação para triplicar gastos com publicidade em ano pré-eleitoral


Por meio de uma Concorrência publicada pelo Secretário Especial de Comunicação, o Município de Ipojuca resolveu abrir licitação para contratar ima nova empresa de publicidade e marketing. Até aí nada demais.

O que chama atenção é o aumento considerável do valor previsto para ser gasto com o novo contrato, que passará para R$ 6 milhões em um ano pré-eleitoral, já que a prefeita de Ipojuca gastou pouco mais de R$ 2 milhões com publicidade no ano passado. O que justificaria a decisão de triplicar os gastos de um ano para o outro? Ora, se mesmo com um contrato de R$ 4 milhões, que é o valor do contrato atual, a prefeita só gastou R$ 2 milhões em 2018, por que aumentar para R$ 6 milhões em vez se reduzir para R$ 2 milhões? 

MAIS VISITADAS DO MÊS

PF flagrou 114 contatos telefônicos entre desembargadora afastada e traficante de drogas e assaltante de carro-forte

STF afasta Conselheiro do TCM-BA por propina de R$ 25 milhões exigida quando era ministro das Cidades

"Jovem deputado foi nutrido na mamadeira da Odebrecht", responde Antonio Campos ao sobrinho João Campos após ser chamado de "mau sujeito" em audiência da Câmara

Remuneração a juíza do TJ-PE chega a mais de R$ 1 milhão em novembro, revela a Folha de São Paulo

Veja: COAF achou R$ 40 milhões na conta de um desembargador