Sem limites, guru de Bolsonaro e prole calunia general Santos Cruz, um dos mais respeitados do governo, acusando-o de tráfico de influência em prol de esquemas petistas, "bandidinho" e de ter cúmplices



As infâmias do guru de Bolsonaro e de seus filhos, o ex-astrólogo e autoproclamado filósofo, Olavo de Carvalho contra os generais que fazem parte do governo federal parece não ter limites.

Depois de ofender o general Villas Boas a quem menosprezou por utilizar uma cadeira de rodas em razão de uma grave doença que o acomete, Olavo desferiu várias acusações de práticas criminosas contra o também general Santos Cruz, que a exemplo do próprio Villas Boas, goza de reputação ilibada, sendo considerado um dos mais preparados dentre os militares que aceitaram fazer parte do governo Bolsonaro.

Por morar nos Estados Unidos e se achar imune à Justica brasileira, Olavo de Carvalho costumeiramente ofende inclusive com palavras de baixo calão qualquer pessoa que destoe, ainda que minimamente de seus posicionamentos ou que fira os interesses de Carlos Bolsonaro, que não se conforma por não mandar nas verbas publicitárias do governo do pai.

 Contra o general Santos Cruz, que é o responsável pela comunicação do governo, Olavo agora extrapolou todos os limites e inventou uma conspiração imaginária de Santos Cruz com petistas para manter esquemas dentro da Apex. Segundo o guru bolsonarista, Santos Cruz estaria praticando o crime de tráfico de influência para manter contratos que beneficiaram petistas e ainda acusa o general de ter cúmplices  e de ser um "bandidinho".

O que mais impressiona nos ataques de Olavo de Carvalho à honra dos generais do governo Bolsonaro é que mesmo estando todos teoricamente do mesmo lado, ou seja, no governo Bolsonaro, jamais se viu a classe dos militares ser tão desrespeitada como nesse governo que eles ajudaram a eleger.

Vejam as postagens de Olavo de Carvalho cobtra Santos Cruz no Facebook e tirem suas conclusões:




MAIS VISITADAS DO MÊS

PF flagrou 114 contatos telefônicos entre desembargadora afastada e traficante de drogas e assaltante de carro-forte

Contrato da iluminação pública de Olinda leva à condenação da vice-governadora de Pernambuco e ex-prefeita do município por improbidade administrativa com suspensão dos direitos políticos por seis anos

Corruptocracia Pernambucana: Prefeito com tornozeleira é recebido com festa ao retornar ao cargo depois de desviar quase cem milhões da Previdência. Veja o vídeo

STF derruba sigilo de gastos da Presidência e Bolsonaro terá que mostrar faturas milionárias do cartão corporativo

Cabos da PM/PE denunciam que governo de Pernambuco só promove oficiais: "Quanta injustiça numa única corporação!"