Em nota, defesa do prefeito preso de Camaragibe nega que esteja sustentado tese da insanidade para soltar cliente



Noélia, boa tarde.
Abaixo nota para publicar em referência à sua última postagem.

Sobre o assunto, a defesa de Meira afirma que uma breve leitura do Habeas Corpus já esclarece que em momento algum se alega insanidade mental como tese defensiva. O contexto do parágrafo “pinçado” na reportagem foram as compras e as imediatas desistências de aquisição de bens móveis e imóveis por parte do Prefeito, o que não caracteriza enriquecimento ilícito ou lavagem de ativos, e sim, reflexo do estado de saúde momentâneo. O advogado Ademar Rigueira reitera, ainda, que as notícias devem ser publicadas de forma responsável e não com o intuito de causar factoides e fake news.

Atc,
Ana Paula 

Abaixo, acesse a matéria que a defesa chama de fakenews. O Blog acrescenta que no HC foram acostados Laudo de Psiquiatra e receitas de remédios controlados, que relatam as condições mentais do preso.

Defesa de Meira alega insanidade para justificar crimes do prefeito afastado e preso de Camaragibe https://noeliabritoblog.blogspot.com/2019/06/defesa-de-meira-alega-insanidade-para.html?spref=tw


MAIS VISITADAS DO MÊS

Exclusivo: Polícia Civil de Pernambuco prende maior estelionatário do Nordeste. Hacker, que estava foragido, foi preso pela Delegacia do Cordeirro. Golpes ultrapassam a casa dos R$ 100 milhões

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito

Covidão: Comandada pelo presidente do PSB de Pernambuco, Sileno Guedes, Secretaria alvo de busca e apreensão da Operação Inópia, do DRACO, da CGU, da PF e do GAECO adquiriu 200 mil cestas básicas a empresa de medicamentos