Entreguista, Bolsonaro anuncia a demissão de General presidente dos Correios por se declarar contra a privatização da estatal


O próximo militar a ser demitido pelo presidente Bolsonaro deve ser o presidente dos Correios, Generai Juarez Cunha.

A causa da demissão seria declarações do militar, contrária à privatização dos Correios, durante audiência pública na Câmara dos Deputados.

Onde nós, verdadeiros patriotas, vemos nacionalismo, o entreguismo bolsonarista enxerga "sindicalismo".

Bolsonaro acusou o General de agir como se fosse um sindicalista ao se declarar contrário à privatização.

A fala de Bolsonaro ocorrej durante um café da manhã com jornalistas, nesta sexta-feira (14), ao comentar a saída do general Santos Cruz da secretaria de Governo.

MAIS VISITADAS DO MÊS

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos