Entreguista, Bolsonaro anuncia a demissão de General presidente dos Correios por se declarar contra a privatização da estatal


O próximo militar a ser demitido pelo presidente Bolsonaro deve ser o presidente dos Correios, Generai Juarez Cunha.

A causa da demissão seria declarações do militar, contrária à privatização dos Correios, durante audiência pública na Câmara dos Deputados.

Onde nós, verdadeiros patriotas, vemos nacionalismo, o entreguismo bolsonarista enxerga "sindicalismo".

Bolsonaro acusou o General de agir como se fosse um sindicalista ao se declarar contrário à privatização.

A fala de Bolsonaro ocorrej durante um café da manhã com jornalistas, nesta sexta-feira (14), ao comentar a saída do general Santos Cruz da secretaria de Governo.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Milionários pernambucanos aparecem na "caixa preta" do BNDES anunciada por Bolsonaro. Saiba quem são.

Lava Jato chega a Pernambuco: "Amplo esquema criminoso leva Lava Jato a bloquear mais de R$ 3,5 bilhões do PSB, de FBC, do Espólio de Eduardo Campos, Do MDB e de Eduardo da Fonte além de vários empresários

Sem saber que estava sendo gravado, marido e assessor de vereadora relata fraudes em licitações envolvendo deputado federal e esquemas com emendas parlamentares. Até manipulação do MPPE para obter vantagens ele confessa

Incômodo de políticos influentes com investigações estariam por trás de perseguições a Delegada Patrícia Domingos, suspeita presidente da ADEPPE

Exclusivo: Relatório do MPPE comprova que SDS tenta responsabilizar delegada Patrícia por prescrições ocorridas no século passado, antes da policial ingressar na própria Policia Civil. Quem estão querendo acobertar?