Harpalo: Citada em denúncia anônima, ex-servidora de Camaragibe rebate acusações "caluniosas" e afirma que jamais trabalhou em São Lourenço.




DIREITO DE RESPOSTA 

Após conhecimento de notícia vinculada ao meu nome neste blog informamos que FABIANA ADELINA NUNCA atuou na Comissão de Licitação da Prefeitura Municipal de São Lourenço da Mata PE e que no período em que trabalhou na Municipal de Camaragibe, anos de 2017 e 2018 as demais pessoas que compunham a comissão de licitação eram FUNCIONÁRIOS EFETIVOS da administração municipal as quais não tinham vinculação nenhuma com minha pessoa. Ainda assim, para conhecimento deste blog, há época da formalização da dispensa de licitações, alvo da operação HAPALO, a comissão de licitação sequer havia sido constituída, logo, demonstrando que NÃO houve qualquer envolvimento por parte da Comissão de Licitação neste lamentável episódio. No que toque a exoneração da minha pessoa, no dia 10 de outubro de 2018, foi enviado tanto ao ministério Público, quanto ao Tribunal de Contas do Estado, NOTA, informando os motivos das exonerações. A nota traz em seu bojo as seguintes informações: “Estamos informando que por decisão coletiva, todo o departamento de licitação da prefeitura municipal de Camaragibe solicitou exoneração de suas funções e um efetivo solicitou transferência de setor na data de 09/10/2018. Tal situação deu-se pelo fato de não comungarmos com as exigências e atrocidades impostas a este setor por parte do gestor municipal, sendo assim, em gesto unanime, todos os 7 comissionados que trabalhavam neste departamento, encontram-se desvinculados e a comissão destituída de tais funções! Em respeito aos auditores que até o presente momento nos acompanharam e na intenção de demonstrarmos transparência em nossas atitudes nos deixamos a disposição para quaisquer esclarecimentos que se façam necessários no que toque aos procedimentos até o dia 08/10/2018.” Desta feita, a suposta denúncia anônima apresentada em vias de investigação é falsa, mentirosa, caluniosa e oportunista no intuito de denegrir imagens de forma vil e ordinária sem nenhuma comprovação legal dos verdadeiros fatos. 

 Atenciosamente; 
Fabiana Adelina    




MAIS VISITADAS DO MÊS

PF flagrou 114 contatos telefônicos entre desembargadora afastada e traficante de drogas e assaltante de carro-forte

STF afasta Conselheiro do TCM-BA por propina de R$ 25 milhões exigida quando era ministro das Cidades

STF derruba sigilo de gastos da Presidência e Bolsonaro terá que mostrar faturas milionárias do cartão corporativo

Cabos da PM/PE denunciam que governo de Pernambuco só promove oficiais: "Quanta injustiça numa única corporação!"

Auditoria do TCE/PE constatou fraude fiscal, sonegação fiscal, superfaturamento, não prestação dos serviços em contrato de mais de R$ 16,7 milhões da ALEPE. Com a palavra o MPPE, o MPF, a Receita Federal e a Polícia Federal