Operação Harpalo II: São Lourenço da Mata recebe "visita" da DRACO após revelação de que esquema de corrupção em Camaragibe também estaria operando por lá

Viatura da DRACO parada defronte à sede da Prefeitura de São Lourenço da Mata na tarde de hoje durante diligências na Prefeitura 

Fontes do Blog da Noelia Brito confirmam que na manhã de hoje a Secretaria de Infra Estrutura de São Lourenço da Mata recebeu a visita da Auditoria do TCE.

Já na parte da tarde foi a vez da Delegacia de Polícia de Combate ao Crime Organizado, a DRACO, visitar a Prefeitura de São Lourenço, que há pouco tempo foi alvo de uma Operação da extinta Decasp, chamadabde Tupinambá.

Nossas fontes confirmaram a ida da DRACO também na Secretaria de Infra Estrutura e ainda na Secretaria de Administração, mas ainda não conseguimos a confirmação sobre a natireza da visita, se foi para cumprir mandados de buscas e apreensões ou para intimar algum secretário para depor sobre os indícios apontados na decisão do desembargador Mauro Alencar de que o mesmo esquema desbaratado em Camaragibe estaria operando a pleno vapor em São Lourenço da Mata.

A secretaria de Infra Estrutura é ocupada por Élida de Fátima de Sousa Mendes Barroso,  esposa de um ex-secretário de Goiana chamado Sérgio Machado, que está impedido de ocupar cargos públicos em razão de irregularidades que lhe são imputadas durante sua gestão em Goiana. Sérgio Machado é apontado, juntamente com um empresário dono de uma churrascaria na Av. Conselheiro Aguiar, como uma das pessoas mais influentes dentro da gestão Bruno Pereira, prefeito que foi afastado pelo TJPE por suspeitas de fraudes em licitações e superfaturamentos e que após a morte do relator do inquérito foi reconduzindo ao cargo por decisão de um plantonista.

Em nota enviada ao Blog, a Prefeitura de São Lourenço da Mata rebateu as informações veiculadas na decisão do desembargador Mauro Alencar.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Milionários pernambucanos aparecem na "caixa preta" do BNDES anunciada por Bolsonaro. Saiba quem são.

Lava Jato chega a Pernambuco: "Amplo esquema criminoso leva Lava Jato a bloquear mais de R$ 3,5 bilhões do PSB, de FBC, do Espólio de Eduardo Campos, Do MDB e de Eduardo da Fonte além de vários empresários

Sem saber que estava sendo gravado, marido e assessor de vereadora relata fraudes em licitações envolvendo deputado federal e esquemas com emendas parlamentares. Até manipulação do MPPE para obter vantagens ele confessa

Incômodo de políticos influentes com investigações estariam por trás de perseguições a Delegada Patrícia Domingos, suspeita presidente da ADEPPE

Exclusivo: Relatório do MPPE comprova que SDS tenta responsabilizar delegada Patrícia por prescrições ocorridas no século passado, antes da policial ingressar na própria Policia Civil. Quem estão querendo acobertar?