Operação prende ex-Corregedor da Fazenda de São Paulo que instaurava inquéritos contra auditores que delatavam corrupção no órgão



O ex-corregedor da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Marcus Vinícius Vannucchi foi preso na manhã desta quinta-feira, 6, sob suspeita de cobrar propina de fiscais que eram investigados pelo órgão. Ele havia sido substituído pelo governador João Doria (PSDB) no último sábado sob a justificativa de questões familiares.

A prisão temporária ocorreu em Itatiba (a 85 km da capital paulista), em uma operação da Polícia Civil e do Gedec, grupo do Ministério Público de São Paulo responsável por crimes financeiros.

Segundo a Promotoria, ele foi encontrado na casa da ex-mulher. O órgão diz que, depois que ele se separou, passou todo o seu patrimônio para ela, em uma suposta tentativa de fraude para se livrar dos bens ilícitos.

As investigações apuram suspeitas das práticas dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. A defesa do ex-corregedor ainda não se manifestou.

Ele estava no cargo desde 2016 e foi afastado a sete meses do fim de seu mandato.

Vannucchi abriu processos administrativos contra servidores que se dispuseram a informar ao Ministério Público suspeitas de irregularidades dentro da Secretaria da Fazenda


MAIS VISITADAS DO MÊS

Justiça recebe denúncia contra tenente coronel da PMPE acusado de assediar sexualmente 4 subordinadas policiais militares

Roberto Viana e o Game of Thrones de Pernambuco

Antônio Campos cumpriu o que disse à Época e depôs hoje, no MPF, como testemunha em inquérito sigiloso envolvendo caciques do PSB. Vejam a nota

Indústria de multas de Geraldo Júlio arrecadou R$ 230 milhões em apenas 4 anos enquanto gastos com educação no trânsito não chegam a R$ 550 mil

Monitoramento e "grampos" contra Coronel Meira e Antonio Campos teriam sido ordenados ao DRACO pelo Palácio, segundo informe da Inteligência da PM ao Coronel. Leia denúncia à PF