Professores do Recife paralisam atividades nesta sexta-feira (7) em defesa de retroativo e escolas dignas.


Foto: Sergio Gaspar/SIMPERE

Ao longo de toda próxima sexta-feira (7), os professores da rede municipal do Recife vão fazer um ato na sede da Prefeitura do Recife. O protesto é uma resposta a proposta indecente e desrespeitosa de reajuste de 4,17% a partir de setembro sem retroativo. O movimento também denuncia as condições físicas deploráveis das escolas da rede e reivindica concurso público para cobrir o déficit de profissionais, além de eleições diretas para gestor escolar. 
A mobilização começa desde às 8h e se estende até às 18h, quando haverá a mesa de negociação com a prefeitura. As atividades escolares serão paralisadas. O ato-vígilia foi decidido conjuntamente em aclamação pela categoria em assembleia geral realizada quarta-feira (5). O encontro também oficializou a adesão dos professores do Recife à Greve Geral do dia 14 de junho contra os cortes na educação e Reforma da Previdência.
Estudo diz que prefeitura tem condições de pagar o piso aos professores
A prefeitura alega déficit nas contas para fazer os repasses. Mas não é isso que avalia o Instituto Latinoamericano de Estudos Socioeconômicos (Ilaese), que elaborou um relatório sobre as contas do município com base no Portal da Transparência. Segundo o estudo, em 2018 houve superávit de mais de R$100 milhões. Os gastos com pessoal estão abaixo do limite orçamentário, havendo margem para o reajuste salarial. Enquanto isso, o salário do próximo prefeito é reajustado em mais de 70%.
"A prefeitura diz que não tem dinheiro e justifica com o cenário nacional de crise. Porém o próprio governo faz propagandas dizendo que Pernambuco cresce mais que o Brasil. Além disso, a gestão municipalsubsidia isenções fiscais de mais de R$14 milhões a universidades privadas. A questão não é dinheiro. A questão é é que a prefeitura vê a educação básica como obstáculo e não solução para os problemas do Recife", disse a coordenadora Geral do Sindicato dos Professores do Recife (Simpere), Cláudia Ribeiro.
Com informações da Assessoria de Comunicação do SIMPERE

MAIS VISITADAS DO MÊS

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos