Simpere acusa Marconi Muzzio de atrapalhar negociações com professores. Prefeitura do Recife enrola para não negociar reposições devidas aos professores


Mobilizados no térreo da Prefeitura do Recife, prodessores reclamam que a Prefeitura do Recife, por intermédio do secretário se Educação, Marconi Muzzio, teria desmarcado de última hora uma reunião agendada para discutir a pauta salarial da categoria.

Apesar de gastar uma verdadeira fortuna com tablets que ficaram encalhados e com programas de computador que não foram instalados, além de firmar contrato superfaturado com empresa da Máfia da Merenda, conforme várias auditorias do próprio TCE/PE, de onde Geraldo e Muzzio são egressos, a gestão do PSB que está há quase 7 anos no poder, recusa-se a pagar a reposição dos professores e ainda foge das negociações. Vejam a nota divulgada há pouco pelo Sindicato da categoria:

"Prefeitura tenta, sem sucesso, desmobilizar professores. Professoras e professoras do Recife estão em vigília no pátio da prefeitura ao longo de toda sexta-feira (7). Às 18h, ocorreria uma reunião para discutir o reajuste salarial, que foi infelizmente desmarcada de última hora. Essa tentativa de desmobilizar a categoria só faz aumentar ainda mais a nossa disposição. Vamos a luta! #NegociaMarconiMuzzio

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos