Vaza Jato: "Segredos explosivos" e "documentos sobre muitas facções criminosas" ainda serão publicados, diz editor do Intercept



“A liberdade de imprensa existe para jogar luz sobre aquilo que as figuras mais poderosas de nossa sociedade fazem às sombras.” The Intercept Brasil. 

Editor do site Intercept Brasil, o jornalista americano Glenn Greenwald, afirmou, hoje, pelo Twitter, que o arquivo de onde foram extraídas as trocas de mensagens entre o ex-juiz Sergio Moro e o procurador coordenador da Lava Jato, Deltran Dallagnol, que confirmaram atuação parcial de Moro e manipulação deste e de Dallagnol para produzir condenações sem provas, fornecido por uma fonte anônima ao Intercept, "é um dos maiores da história do jornalismo."

Segundo Greenwald, ele  "contém segredos explosivos em chats, áudios, vídeos, fotos e documentos sobre @deltanmd, @SF_Moro e muitas facções poderosas. "

O jornalista avisa, ainda, que as "reportagens acabaram de começar."


MAIS VISITADAS DO MÊS

PF flagrou 114 contatos telefônicos entre desembargadora afastada e traficante de drogas e assaltante de carro-forte

STF afasta Conselheiro do TCM-BA por propina de R$ 25 milhões exigida quando era ministro das Cidades

STF derruba sigilo de gastos da Presidência e Bolsonaro terá que mostrar faturas milionárias do cartão corporativo

Cabos da PM/PE denunciam que governo de Pernambuco só promove oficiais: "Quanta injustiça numa única corporação!"

Auditoria do TCE/PE constatou fraude fiscal, sonegação fiscal, superfaturamento, não prestação dos serviços em contrato de mais de R$ 16,7 milhões da ALEPE. Com a palavra o MPPE, o MPF, a Receita Federal e a Polícia Federal