Para Toffoli, HC de empresários presos na Operação Harpalo II não é urgente e pedido só deve ser analisado por Fux após o recesso



O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli encaminhou o Habeas Corpus impetrado pelos empresários presos na Operação Harpalo II ao relator que naquela Corte é o ministro Fux.

"O caso não se enquadra na previsão do art. 13, inciso VIII, do RISTF. Encaminhem-se os autos ao digno Relator. Publique-se". Assim decidiu Toffoli que enterrou as esperanças das defesas dos empresários e de Meira de sairem da prisão antes do final do recesso.

A defesa havia impetrado o Habeas Corpus contra a decisão do ministro do STJ, Jorge Mussi, que negou a soltura dos empresários e do prefeito afastado de Camaragibe, Demóstenes Meira na esperança de que Dias Tofolli adotasse a mesma postura que seguiu ao soltar o prefeito afastado do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral, mas nesse caso, Toffoli decidiu diferente e mandou o HC para o relator.

Acaso a defesa Demóstenes Meira também opte por impetrar outro Habeas Corpus, o destino deverá ser o mesmo, ou seja, a remessa ao relator, no caso, Fux.

Assim, os alvos da Harpalo II devem continuar presos até pelo menos o fim do recesso forense, que perdurará até 31 de julho.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Exclusivo: Polícia Civil de Pernambuco prende maior estelionatário do Nordeste. Hacker, que estava foragido, foi preso pela Delegacia do Cordeirro. Golpes ultrapassam a casa dos R$ 100 milhões

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito

Covidão: PF faz buscas nas Prefeituras do Recife, Paulista, Cabo e Olinda contra corrupção na pandemia