PF, PRF e Receita Federal deflagram Operação Joia do Oceano de combate a lavagem de dinheiro do tráfico internacional por meio de Portos




Arte: Secom/PGR

Foi deflagrada nesta terça-feira (2) a Operação Joias da Oceano, que visa apurar esquemas de lavagem de dinheiro mantidos por organização criminosa que traficava cocaína para o exterior por meio do complexo portuário de Itajaí/Navegantes, em Santa Catarina.

A deflagração é um desdobramento da Operação Oceano Branco e resulta da continuidade das apurações por parte do Ministério Público Federal (MPF), do Departamento de Polícia Federal (DPF) e da Receita Federal (RF). Além disso, decorre do deferimento de medidas cautelares pelo Juízo da 1ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Itajaí.

A operação cumpre 33 mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva, nas cidades de Balneário Camboriú, Joinville, Araquari e São Francisco do Sul. O objetivo é reunir elementos probatórios complementares, bem como, no caso da prisão, fazer cessar atos de branqueamento de capitais atualmente em curso.

A deflagração visa ainda o sequestro de bens móveis e imóveis, que totalizam cerca de R$ 75 milhões.
Com informações da Assessoria de Comunicação Social do Ministério Público Federal em SC

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos