Inadequação das instalações levou Vigilância Sanitária do Recife a multar Casa de Farinha. MPF livrou a cara da empresa mesmo reconhecendo que denúncia dos alunos da UFPE era procedente




Uma decisão publicada no Diário Oficial do Município do Recife revelou que a empresa Casa de Farinha, responsável pelo fornecimento de alimentos para escolas da Rede Estadual, e dos Municípios do Recife, Cabo, Ipojuca e Moreno, bem como do Hospital dos Servidores do Estado foi multada pela Vigilância Sanitária da Capital ppr descumprir norma sanitaria que determina que "As instalações físicas como piso, parede e teto devem possuir revestimento liso, impermeável e lavável. Devem ser mantidos íntegros, conservados, livres de rachaduras, trincas, goteiras, vazamentos, infiltrações, bolores, descascamentos, dentre outros e não devem transmitir contaminantes aos alimentos."

Apesar do valor ínfimo da multa, de apenas 1.200 reais, a penalidade, que foi confirmada pelo Conselho de Recursos Administrativos da PCR, comprova que a enpresa alv9 de divrrsas operações policiais por superfaturamento e fornecimebto de alimentos estragados, de fato, não reunia condições para ser agraciada com mais de cem milhões em contratos por entes públicos.

Denúncia recente protocolada junto ao MPF sobre o descumprimento contratual pela Casa de Farinha com a Universidade Federal de Pernambuco foi arquivada por um Procurador que apesar de reconhecer que a análise dos alimentos demonstrava má qualidade, não viu irregularidades. Então, tá...

MAIS VISITADAS DO MÊS

Contrato da iluminação pública de Olinda leva à condenação da vice-governadora de Pernambuco e ex-prefeita do município por improbidade administrativa com suspensão dos direitos políticos por seis anos

Corruptocracia Pernambucana: Prefeito com tornozeleira é recebido com festa ao retornar ao cargo depois de desviar quase cem milhões da Previdência. Veja o vídeo

STF derruba sigilo de gastos da Presidência e Bolsonaro terá que mostrar faturas milionárias do cartão corporativo

Cabos da PM/PE denunciam que governo de Pernambuco só promove oficiais: "Quanta injustiça numa única corporação!"

DRACO pede e TJPE autoriza prisão do filho do operador pivô do afastamento do prefeito de São Lourenço da Mata e da prisão do prefeito de Camaragibe