Meu jatinho, minha vida: "Liberal", João Doria também comprou jatinho com dinheiro público a juros de 3% ao ano

Quem com ferro fere...: depois de trair o candidato dobproprio partido, o PSDB, para apoiar Bolsonaro e se beneficiar da onda que levou o Capitão à presidência, o oportunista João Doria vira alvo do ex-aliado.

Defensores do Estado mínimo, onde o dinheiro público não deve financiar a iniciativa privada nem interferir na atividade econômica, liberais como o atual governador de São Paulo, João Doria, sempre criticaram as mamatas governamentais, desde, evidentemente, que os mamadores não sejam eles mesmos.

A chamada lista da "caixa preta do BNDES", divulgada pela presidência do banco federal de fomento traz revelações interessantes. Uma delas é a de que um dos maiores beneficiários dos empréstimos dados com juros subsidiados de 3 a 4,5 %, com recursos públicos é ninguém menos que o atual governador de São Paulo, João Doria.

A lista aponta que a empresa Doria Administração de Bens recebeu do BNDES a absurda quantia de 44 milhões de reais para financiar um jatinho.

A revelação veio após tucanos como Luciano Huck, também beneficiário dos empréstimos camaradas na era PT e o próprio Doria fazerem críticas a Bolsonaro, de olho na sucessão do presidente, que tem amargado altos índices de rejeição nas pesquisas até agora divulgadas.

Outra revelação interessante é a de que os críticos e opositores de Bolsonaro não gozarão da nesma camaradagem que usufruiam dirante os governos petistas, a quem atacavan ao mesmo tempo em que eram agraciados com empréstimos camaradas a perder de vista. Bolsonaro é vingativo, tá ok?


MAIS VISITADAS DO MÊS

Microempresas com capital social de R$ 200 mil e R$ 300 mil, alvos da Operação da Deccot, que cumpriu mandados também na Prefeitura do Recife, foram agraciadas com contratos de mais de R$ 18,6 milhões com a Prefeitura do Recife, na pandemia

Durante julgamentos de interesse da gestão Geraldo Julio, um dos quais envolvendo a Casa de Farinha, Conselheiros do TCE/PE perdem a calma, gritam e interrompem Procuradora que combate a corrupção no Governo de Pernambuco e na Prefeitura do Recife

Exclusivo: TJPE determina afastamento do Prefeito de Paulista, Junior Matuto, a pedido do Dracco, por desvios de R$ 21 milhões em PPP do lixo com a empresa Locar

"Grampos" da Operação Locador, do DRACCO, mostram temor de investigados de que chefões da gestão Matuto lhes fizessem "mal" e espanto com pagamentos em dinheiro vivo feitos pelo prefeito na compra de terrenos

É tetra! Prefeitura do Recife recebe a quarta "visita" da Polícia por fraudes na pandemia, desta vez foi a DECOT. A prefeitura nega envolvimento