MPPE vai investigar denúncia de funcionária "fantasma" no gabinete da filha de Lula Cabral

Fabíola Cabral em caminhada ao lado do governador Paulo Câmara, da primeira dama, do pai, Lula Cabral e do senador Humberto Costa, durante a campanha eleitoral, no ano passado.


A promotora de Justiça Áurea Rosane Vieira, da 43. Promotoria de Justiça da Capital deteminou a instauração de um inquérito civil público para investigar denúncia anônima encaminhada à Ouvidoria do Ministério Público de Pernambuco dando conta da existência de funcionária fantasma no gabinete da deputada estadual Fabíola Cabral, filha do Prefeito afastado do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral. 

De acordo com a denúncia, a funcionária apontada como fantasma, que será ouvida pelo MPPE, seria esposa de um vereador de São Lourenço da Mata.

Leiam a Portaria na íntegra, publicada no Diário Eletrônico do MPPE de hoje:



MAIS VISITADAS DO MÊS

Milionários pernambucanos aparecem na "caixa preta" do BNDES anunciada por Bolsonaro. Saiba quem são.

Lava Jato chega a Pernambuco: "Amplo esquema criminoso leva Lava Jato a bloquear mais de R$ 3,5 bilhões do PSB, de FBC, do Espólio de Eduardo Campos, Do MDB e de Eduardo da Fonte além de vários empresários

Sem saber que estava sendo gravado, marido e assessor de vereadora relata fraudes em licitações envolvendo deputado federal e esquemas com emendas parlamentares. Até manipulação do MPPE para obter vantagens ele confessa

Cunhado de Paulo Câmara ganha cargo comissionado na Presidência do TRT6. Funcionários veem favorecimento

Incômodo de políticos influentes com investigações estariam por trás de perseguições a Delegada Patrícia Domingos, suspeita presidente da ADEPPE