Pelo Twitter, Carlos Bolsonaro e Gleisi Hoffmann trocam farpas usando apelidos: "Amante" e "Primo"



A derrubada do veto de Jair Bolsonaro ao projeto de lei que criminaliza a disseminação de "fake news" contra candidatos durante as eleições gerou uma troca de farpas entre a presidente do PT, deputada Gleisi Hoffmann e o vereador Carlos Bolsonaro.

Logo após Gleisi postar em seu Twitter que a derrubada do veto seria um recado a Bolsonaro, Deltan e Moro, Carlos respondeu por meio de outro tuit "Não, Amante", numa alusão ao apelido dado à petista na Lista da Odebrecht e que insinuava uma relação entre a então senadora e o presidente Lula. Gleisi não se fez de rogada e contra atacou: "Claro que não, primo @carlosbolsonaro", numa alusão às insinuação de que Carlos teria uma relação homoafetiva com um dos primos, apesar da sanha homofobica do clã Bolsonaro. 

Esse é o nivel atual do debate político no Brasil, focado na vida sexual de parte a parte. Certamente, Freud, para quem as relações sexuais humanas são, na verdade, relações de poder, explica.


MAIS VISITADAS DO MÊS

Corruptocracia Pernambucana: Prefeito com tornozeleira é recebido com festa ao retornar ao cargo depois de desviar quase cem milhões da Previdência. Veja o vídeo

Contrato da iluminação pública de Olinda leva à condenação da vice-governadora de Pernambuco e ex-prefeita do município por improbidade administrativa com suspensão dos direitos políticos por seis anos

STF derruba sigilo de gastos da Presidência e Bolsonaro terá que mostrar faturas milionárias do cartão corporativo

DRACO pede e TJPE autoriza prisão do filho do operador pivô do afastamento do prefeito de São Lourenço da Mata e da prisão do prefeito de Camaragibe

Cabos da PM/PE denunciam que governo de Pernambuco só promove oficiais: "Quanta injustiça numa única corporação!"