Polícia Federal alerta que compartilhamento de vídeo de estupro de bebê que circula no WatsApp é crime



A Polícia Federal em Pernambuco, por intermédio dr sua Assessoria de Comunicação, alerta sobre a circulação de  um vídeo grotesco,  por vários grupos de WhatsApp de um adulto estuprando um bebê.

A PF já tomou conhecimento dos fatos orienta as pessoas a não compartilharem esse vídeo, porque constitui crime, segundo o Estatuto da Criança e Adolescente, com penas de até 6 anos de reclusão, sem direito à fiança na delegacia.

O correto orienta a PF, é baixar o vídeo, depois apagar do celular e encaminhar para a GPCA ou delegacia de polícia civil mais próxima, para que possam iniciar uma investigação.

A PF alerta que, às vezes, por indignação, as pessoas querem compartilhar esse vídeo para chegar o mais rápido na polícia, mas esse procedimento é considerado crime porque está disseminando o ato abominável e expondo a criança violentada.

Pessoas que compartilham tal conteúdo podem ser presas.

Art. 241-A. Oferecer, trocar, disponibilizar, *transmitir, distribuir, publicar ou divulgar por qualquer meio, inclusive por meio de sistema de informática ou telemático, fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente.
 Pena – reclusão, de 3 a 6 anos

*Com Com informações da Assessoria de Comunicação da Polícia Federal em Pernambuco

MAIS VISITADAS DO MÊS

Durante julgamentos de interesse da gestão Geraldo Julio, um dos quais envolvendo a Casa de Farinha, Conselheiros do TCE/PE perdem a calma, gritam e interrompem Procuradora que combate a corrupção no Governo de Pernambuco e na Prefeitura do Recife

Exclusivo: TJPE determina afastamento do Prefeito de Paulista, Junior Matuto, a pedido do Dracco, por desvios de R$ 21 milhões em PPP do lixo com a empresa Locar

"Grampos" da Operação Locador, do DRACCO, mostram temor de investigados de que chefões da gestão Matuto lhes fizessem "mal" e espanto com pagamentos em dinheiro vivo feitos pelo prefeito na compra de terrenos

PF volta à Prefeitura do Recife em mais duas Operações por desvios de recursos públicos na pandemia: Bal MAsqué e Apneia III. Diretor Financeiro é afastado do cargo pro pagar mais de R$ 7 milhões por produtos jamais entregues

Braço direito de Geraldo Julio, João Guilherme Ferraz incentivou e até debochou do fato de serem adquiridos respiradores testados apenas em porcos: "Leia c bons olhos kkkkkkk"