Advogado é preso no Ceará tentando passar bilhetes para membros de facções. Estado sofre nova onda de ataques das facções



Em meio à nova onda de ataques promovidos ppr facções criminosas em represália ao endurecimento das regras nos presídios cearenses, o advogado Alaor Patrício Júnior foi preso em flagrante portando bilhetes contendo mensagens de integrante de facções criminosas. Secretaria da Administração Penitenciária do Ceará (SAP), o homem estava com bilhetes contendo mensagens de integrantes de facções criminosas.



Em nota, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Secção Ceará informou que por meio da diretoria de prerrogativas e do Centro de Apoio ao Advogado, está apurando todos os fatos e acompanhando o caso para garantir a legalidade da prisão e também que o flagranteado tenha assegurado o direito à ampla defesa e ao contraditório. "Informamos que, em caso de infração ao código de ética, a OAB tem o dever de abrir um processo disciplinar no Tribunal de Ética e Disciplina (TED)", finaliza a instituição.

O Estado do Ceará sofre, desde a última sexta-feira, nova onda de ataques a órgãos públicos, ônibus e empresas promovida por membros das facções criminosas em represália aonendurecimento das regras dentro dos presídios, pela Secretaria de Administração Penitenciária.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Durante julgamentos de interesse da gestão Geraldo Julio, um dos quais envolvendo a Casa de Farinha, Conselheiros do TCE/PE perdem a calma, gritam e interrompem Procuradora que combate a corrupção no Governo de Pernambuco e na Prefeitura do Recife

Exclusivo: TJPE determina afastamento do Prefeito de Paulista, Junior Matuto, a pedido do Dracco, por desvios de R$ 21 milhões em PPP do lixo com a empresa Locar

"Grampos" da Operação Locador, do DRACCO, mostram temor de investigados de que chefões da gestão Matuto lhes fizessem "mal" e espanto com pagamentos em dinheiro vivo feitos pelo prefeito na compra de terrenos

PF volta à Prefeitura do Recife em mais duas Operações por desvios de recursos públicos na pandemia: Bal MAsqué e Apneia III. Diretor Financeiro é afastado do cargo pro pagar mais de R$ 7 milhões por produtos jamais entregues

Braço direito de Geraldo Julio, João Guilherme Ferraz incentivou e até debochou do fato de serem adquiridos respiradores testados apenas em porcos: "Leia c bons olhos kkkkkkk"