Câmara de São Lourenço da Mata é alvo de inquérito da DRACO que realizou diligências na Casa legislativa na manhã de hoje



O Blog da Noelia Brito apurou que na manhã de hoje, policiais do DRACO realizaram diligências na sede da Câmara Municipal de São Lourenço da Mata, onde coletou documentos para instrução de investigação de desvios de recursos públicos na Casa.

Segundo fontes do Blog, a operação teria como finalidade colher provas numa investigação sobre denúncias de superfaturamento na reforma da Câmara, funcionários fantasmas e pagamento de quase 100 mil reais em diárias que teriam sido pagas a funcionários dos gabinetes de vereadores da Mesa Diretora, sem que esses tivessem  efetivamente  participado dos congressos, alguns em João Pessoa.

Ao Blog, a Polícia Civil de Pernambuco confirmou que "Uma equipe do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRACO) esteve, nesta quarta-feira (04), na Câmara de Vereadores de São Lourenço da Mata para uma investigação de rotina com o cumprimento de intimações e demandou cópias de documentos"

Leiam a Nota enviada ao Blog, pela Câmara de Vereadores de São Lourenço da Mata:

"A Câmara Municipal de São Lourenço da Mata, por meio da Procuradoria Jurídica, vem a público esclarecer acerca da ação do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Draco), realizada na manhã desta quarta-feira (4), na sede do Poder Legislativo Municipal. A Câmara Municipal informa que todas as informações necessárias estão sendo devidamente prestadas. Sem mais, o Poder Legislativo Municipal fica à disposição para prestar quaisquer esclarecimentos. Atenciosamente,
Câmara Municipal de São Lourenço da Mata Procuradoria Jurídica"


MAIS VISITADAS DO MÊS

Milionários pernambucanos aparecem na "caixa preta" do BNDES anunciada por Bolsonaro. Saiba quem são.

Sai PSB e entra PSL no comando do Diário de Pernambuco comprado por bolsonarista que chamou jornalistas de mentirosos e depois apagou o Twit

Políticos pernambucanos em pânico: Agiotas do Jatinho que delataram FBC gravaram conversas com delatados e entregaram áudios à PF, revela decisão de Barroso

Veja: Bolsonaro indica para o CADE advogada acusada de vender decisões do STJ para a JBS. A advogada é filha de uma desembargadora federal bolsonarista

Conselheiro do TCE/RJ, ligado ao MDB, é o mandante do assassinato de Marielle, revela inquérito da Policia Federal. O motivo seria vingança contra Freixo por perda do foro privilegiado