Câmara de São Lourenço da Mata é alvo de inquérito da DRACO que realizou diligências na Casa legislativa na manhã de hoje



O Blog da Noelia Brito apurou que na manhã de hoje, policiais do DRACO realizaram diligências na sede da Câmara Municipal de São Lourenço da Mata, onde coletou documentos para instrução de investigação de desvios de recursos públicos na Casa.

Segundo fontes do Blog, a operação teria como finalidade colher provas numa investigação sobre denúncias de superfaturamento na reforma da Câmara, funcionários fantasmas e pagamento de quase 100 mil reais em diárias que teriam sido pagas a funcionários dos gabinetes de vereadores da Mesa Diretora, sem que esses tivessem  efetivamente  participado dos congressos, alguns em João Pessoa.

Ao Blog, a Polícia Civil de Pernambuco confirmou que "Uma equipe do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRACO) esteve, nesta quarta-feira (04), na Câmara de Vereadores de São Lourenço da Mata para uma investigação de rotina com o cumprimento de intimações e demandou cópias de documentos"

Leiam a Nota enviada ao Blog, pela Câmara de Vereadores de São Lourenço da Mata:

"A Câmara Municipal de São Lourenço da Mata, por meio da Procuradoria Jurídica, vem a público esclarecer acerca da ação do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Draco), realizada na manhã desta quarta-feira (4), na sede do Poder Legislativo Municipal. A Câmara Municipal informa que todas as informações necessárias estão sendo devidamente prestadas. Sem mais, o Poder Legislativo Municipal fica à disposição para prestar quaisquer esclarecimentos. Atenciosamente,
Câmara Municipal de São Lourenço da Mata Procuradoria Jurídica"


MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos