Carlos Bolsonaro, o "02", é investigado em dois procedimentos do MPRJ por empregar funcionários fantasmas em seu gabinete de vereador.

11 de set. de 2019

/ by Blog da Noelia Brito

Matéria do Estadão, assinada por Caio Sartori, revela que o vereador licenciado do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro, é investigado em dois procedimentos instaurados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, por supostamente manter em seu gabinete funcionários fantasmas.

O Estadão apurou que Carlos é investigado tanto na esfera penal quanto na cível. As investigações, que estão sob sigilo, estão nas mãos do procurador-geral de Justiça, Eduardo Gussem, com auxílio do Grupo de Atribuição Originária Criminal (Gaocrim).
© Todos os direitos reservados - 2021