Desembargador pernambucano é o novo relator da Lava Jato no STJ



O desembargador Leopoldo Raposo, que presidiu o Tribubal dr Justiça de Pernambuco no biênio 2016/2017, foi convocado pelo presidente do Superior Tribunal de Justiça, João Otávio Noronha, para substituir o ministro Félix Fisher, relator da Lava Jato no STJ, durante seu afastamento por motivos de saúde. Fischer teve uma embolia pulmonar no final de julho e teve que se submeter a procedimento cirúrgico.

Quando presidente do TJPE, Raposo chegou a assumir o governo de Pernambuco dutante os afastamentos de Paulo Câmara, do vice-governador, que, na época, era o hoje deputado Raul Henry e do então presidente da Alepe, Guilherme Uchoa.

O novo relator da Lava Jato dirigiu a Escola Judicial (Esmape) e a Coordenadoria de Conciliação e Mediação do TJPE.

Formado pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) em 1973 e pós-graduado em Administração Pública, pela Escola de Serviços Urbanos, ligada a Presidência da República, Leopoldo Raposo começou sua carreira na magistratura em 1981, nas Comarcas de Poção e Pesqueira. No ano seguinte, foi o primeiro magistrado a ser promovido para a 2ª Entrância na Comarca de Ouricuri. Em 1985, ele chegou ao Recife, onde exerceu o cargo de Juiz Titular da 1ª Vara de Sucessões e Registros Públicos.

Foi promovido ao cargo de desembargador pelo critério de Antigüidade no dia 17 de março de 2003, para preencher a vaga deixada pelo Desembargador Mário Alves de Souza Melo. O magistrado vinha ocupando o cargo de Desembargador no Tribunal Regional Eleitoral.

Casado, pai de dois filhos, ele também desempenha a função de professor em Direito das Sucessões na Escola Superior da Magistratura de Pernambuco (Esmape) e já atuou como assessor especial da Corregedoria-Geral de Justiça. O magistrado presidiu a 5ª Câmara Cível. Em 14 de fevereiro de 2008, foi empossado no cargo de vice-diretor da Escola Superior da Magistratura de Pernambuco. o Desembargador Leopoldo de Arruda Raposo foi eleito membro da Corte Especial do Tribunal de Justiça para um mandato de dois anos. Desde 11 de maio de 2012, o desembargador é presidente da Seção Criminal e da 1ª Câmara Criminal.

Coube a Raposo, a decisão que devolveu o comando do MDB ao grupo político liderado por Jarbas Vasconcelos, em disputa com Fernando Bezerra Coelho.

O pernambucano assumirá a relatoria da Lava-Jato enquanto Felix Fischer estiver afastado pra cuidar da saúde.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Única nota 1000 do ENEM de Pernambuco faz homenagem a seu professor de Português

Exclusivo: Sai João e entra Tadeu na sucessão no Recife

À Época, Antônio Campos afirma ter denunciado, às autoridades, esquema maior do que o da Paraíba, operando em Pernambuco pelas mãos de Renata Campos e do PSB

Coincidência: donos do terreno desapropriado por R$ 38 milhões por Geraldo Julio são parentes de outro prefeito do PSB

Ataques de Secretário de Geraldo Julio contra Patrícia Domingos em debate são confissão de pânico de uma possivel candidatura da policial à Prefeitura do Recife