No Recife, Crivella levaria multa da própria Prefeitura, por causa da "Lei do Amor Livre", vigente desde 2002.





No Recife, a atitude do Prefeito do Rio de Janeiro de usar a eatrutura do Município para colocar em prática sua sanha homofóbica, mandando recolher livros com temática LGBT na Bienal do Livro, pelo simples fato de mostrar o desenho de dois homens se beijando na boca, esbarraria na Lei 16.780 em vigor desde 2002, conhecida como Lei do Amor Livre, que proíbe qualquer forma de discriminação ao cidadão ou cidadã, com base em sua orientação sexual.

A Lei do Amor Livre recifense penaliza os estabelecimentos que, de alguma forma, possam discriminar essas LGBTI+. 

De acordo com a Lei 16.780, "entende-se por orientação sexual a liberdade do cidadão de expressar abertamente seus afetos e relacionar-se emocional e sexualmente com pessoas do mesmo sexo ou oposto, sejam eles homossexuais masculino ou feminino, independente de seus trajes, acessórios, postura corporal, tonalidade da voz ou aparência" (§ 1º, Art. 1º). 

Fundamentalista religiosos que chegaram à Câmara explorando a religiosidade das pessoas já tentaram revogar, sem sucesso, a Lei do Amor Livre. 

MAIS VISITADAS DO MÊS

Durante julgamentos de interesse da gestão Geraldo Julio, um dos quais envolvendo a Casa de Farinha, Conselheiros do TCE/PE perdem a calma, gritam e interrompem Procuradora que combate a corrupção no Governo de Pernambuco e na Prefeitura do Recife

Exclusivo: TJPE determina afastamento do Prefeito de Paulista, Junior Matuto, a pedido do Dracco, por desvios de R$ 21 milhões em PPP do lixo com a empresa Locar

"Grampos" da Operação Locador, do DRACCO, mostram temor de investigados de que chefões da gestão Matuto lhes fizessem "mal" e espanto com pagamentos em dinheiro vivo feitos pelo prefeito na compra de terrenos

PF volta à Prefeitura do Recife em mais duas Operações por desvios de recursos públicos na pandemia: Bal MAsqué e Apneia III. Diretor Financeiro é afastado do cargo pro pagar mais de R$ 7 milhões por produtos jamais entregues

Braço direito de Geraldo Julio, João Guilherme Ferraz incentivou e até debochou do fato de serem adquiridos respiradores testados apenas em porcos: "Leia c bons olhos kkkkkkk"