Operação Chargeback da Polícia Civil de Pernambuco desarticula ORCRIM especializada em fraudes bancárias e lavagem de dinheiro. Advogado estaria entre investigados



A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco, por intermédio da Polícia Civil do Estado, deflagrou na manhã desta quinta-feira, 5, no âmbito do Pacto pela Vida,, a 72ª Operação de Repressão Qualificada do ano, denominada "CHARGEBACK", vinculada à Diretoria Integrada Metropolitana - DIM, sob a presidência do Delegado João Gustavo.

A investigação começou em maio de 2019, com objetivo de prender integrantes de Organizações Criminosas, voltada para a prática dos crimes de: FURTO MEDIANTE FRAUDE A INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS; ESTELIONATO; LAVAGEM DE DINHEIRO; e ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA.

São cumpridos oito mandados de prisão e vinte e quatro mandados de busca e apreensão domiciliar, expedidos pela MM Juíza da 2ª Vara Criminal da Comarca da Capital. O Blog apurou que pedido de busca e apreensão contra um famoso advogado recifense, integrante do esquema, teria sido negada pela Justiça.

Na operação atuam 130 Policiais Civis, entre Delegados, Agentes e Escrivães, sob a coordenação da DIM e supervisionada diretamente pela Chefia de Polícia.

As investigações foram assessoradas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco - DINTEL e pelo LAB-LD (Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro).

O termo chargeback, cada vez mais popular, diz respeito ao cancelamento de uma compra feita em uma loja digital com o uso do cartão de crédito ou de débito.

Com informações da Assessoria de Comunicação da PCPE

MAIS VISITADAS DO MÊS

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Radar: João Campos recebe mais de R$ 5,2 milhões do Fundo Eleitoral do PSB e é recordista nacional de doações

Pesquisa: Marília Arraes e Delegada Patrícia despontam empatadas na liderança da disputa para a PCR e podem protagonizar disputa inédita no Recife