PF faz operação em endereço de Janot após declaração sobre matar Gilmar

27 de set. de 2019

/ by Blog da Noelia Brito
Há 30 anos, os hoje inimigos figadais tomavam uns bons vinhos juntos em Colônia, na Alemanha (Foto: Agência Globo)

Um dia depois de virem à público declarações de que foi armado ao STF para matar Gilmar Mendes e depois se suicidar, o ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), autorizou uma ação de busca e apreensão pela Polícia Federal em endereços ligados a Rodrigo Janot, ex-procurador-geral da República, em Brasília.

Em resposta, Gilmar aconselhou Janot a procurar tratamento psiquiátrico. Mendes pediu a Alexandre que determinasse a suspensão do porte de arma de Janot. A arma mencionada pelo ex-PGR foi encontrafa e apreendida pela PF, durante a operação determinada por Alexandre de Noraes.

Na decisão, além das buscas e apreensões, Alexandre de Moraes determinou a oitica de Janot e ainda determinou a suspensão dos portes de arma do ex-PGR e que este não se apeoxime a menos de 200 metros de qualquer ministro do STF e a proibição de que Janot entre no Tribunal.

Editado às 18:45 hs.
© Todos os direitos reservados - 2021