Presbítero e Pastor da Assembleia de Deus denunciam "rachadinhas" de deputado e vereadora com membros da Igreja ao MPPE.

Presbítero Adalto e Irmã Aidée são acusados por integrantes da própria Igreja de praticarem "rachadinha"

Por meio de um vídeo postado no YouTube, o Presbítero Giovane Cardoso de Freitas, da Assembleia de Deus de Pernambuco, lê o que seria uma notícia crime protocolada no último dia 27 de agosto, junto ao MPPE, por um pastor da mesma designação religiosa, envolvendo o deputado estadual Presbítero Adalto Santos, vice-líder so PSB na Alepe e integrante da bancada evangélica e a vereadora do Recife, Irmã Aimée, também dobPSB e sa bancada evangélica na Câmara do Recife e o líder da Assembleia de Deus em Pernambuco (IEADPE), Pastor Ailton José Alves.

ASSISTA O VÍDEO ABAIXO E CONHEÇA A DENÚNCIA NA ÍNTEGRA 


De acordo com o vídeo, a denúncia protocolada junto ao MPPE, reporta que um Pastor e sua esposa teriam sido empregados no gabinete do deputado Adauto Santos, mas para prestarem serviços na IEADPE e o que é mais grave, devolvendo ao parlamentar 13 mil reais dos vencimentos do cargo em comissão e ficando apenas com 500 reais. A denúncia ainda reporta a existência de um inquérito na Polícia Federal onde estariam sendo investigados crimes eleitorais por utilização da Igreja para a campanha política do Parlamentar.

Apesar de a denúncia centrar fogo na figura do deputado Adalto Santos, cujas supostas irregularidades seriam feitas em conluio com o líder da IEADPE, a vereadora Irmã Aidée também é apontada como praticante da chamada "rachadinha".

O Pastor que faz a denúncia ainda revela que o líder de sua Igreja teria excelentes relações públicas com autoridades do MPPE e do Judiciário e com jornalistas, mas que em privado chamaria a todos de "católicos endemoniados".

As denúncias, se comprovadas e o Presbítero afirma que provas robustas e inclusive àudios, teriam sido anexados, são gravíssimas e reforçam as denúnciasnde que a prática de "rachadinhas" é rotineira nos Parlamentos pernambicanos e que seguem impunes, apesar das denúncias.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Única nota 1000 do ENEM de Pernambuco faz homenagem a seu professor de Português

Exclusivo: Sai João e entra Tadeu na sucessão no Recife

À Época, Antônio Campos afirma ter denunciado, às autoridades, esquema maior do que o da Paraíba, operando em Pernambuco pelas mãos de Renata Campos e do PSB

Coincidência: donos do terreno desapropriado por R$ 38 milhões por Geraldo Julio são parentes de outro prefeito do PSB

Ataques de Secretário de Geraldo Julio contra Patrícia Domingos em debate são confissão de pânico de uma possivel candidatura da policial à Prefeitura do Recife