SDS transfere delegado de Arcoverde que prendeu filho da presidente da Câmara por série de homicídios e população se revolta. Vereadora é do Partido do Governador

Operação Herodes (Foto: Polícia Civil)


À cada dia fica mais perigoso ser policial civil em Pernambuco, especialmente em se tratando de profissionais que cumprem seu papel e que não prevaricam para atender a politicalha.


Após a polêmica extinção da Decasp, delegacia especializada no combate aos crimes contra a Administração Pública, o que inclui os de corrupção e o de peculato - a famosa "rachadinha"-, o sucateamento e a transferência da titular da Delegacia dos Crimes Ambientais, que combate delitos praticados, por exemplo, por grandes empresas como construtoras e desmatadoras contra o Meio Ambiente, deixando aquela especializada sem titular, eis que o governador Paulo Câmara consegue se superar e transfere o delegado Israel Lima Braga Rubis. da Seccional de Arcoverde, logo após este ser xingado de "camarada descarado", pela presidente da Câmara Municipal de Arcoverde, Celia Almeida Galindo, colega de Partido do governador.

Mãe de susposto homicida preso por Israel Rubis é aliada do governador Paulo Câmara

Segundo o Blog do Darcio Rabelo, as ofensas  e a perseguição da presidente da Câmara de Arcoverde contra o delegado decorrem do fato deste ter coordenado a Operação Herodes, que prendeu o filho mais velho da vereadora do PSB, por integrar uma quadrilha especializada na prática de homicídios na região (confira em http://darciorabelo.com.br/noticia/adeppe-publica-nota-de-repudio-as-declaracoes-da-vereadora-celia-galindo-contra-o-delegado-seccional-israel-rubis )

Por incrível que possa parecer, o "descaramento" do delegado de Arcoverde foi prender, com autorização da 1ª Vara Criminal de Arcoverde, o filho da presidente da Câmara de Arcoverde, aliada do Governador de Pernambuco. 

A Associação dos Delegados de Polícia de Pernambuco - ADEPPE -, chegou a divulgar uma nota, no começo deste mês, repudiando as ofensas da vereadora Célia Galindo, do PSB, contra o delegado Israel Rubis:

"A Associação dos Delegados de Polícia de Pernambuco, ADEPPE, vem a público manifestar indignação e repúdio às declarações da vereadora Célia Almeida Galindo, em decorrência de discurso realizado no dia 02/09/2019 no plenário da Câmara dos vereadores na cidade de Arcoverde, por declarações ofensivas ao delegado seccional da 19ª DESEC, chamando-o de “(...) CAMARADA DESCARADO(...)”. Pelo simples fato da autoridade haver desempenhado o seu múnus público, apurar notitia criminis, em face de irregularidades em tese ora noticiadas. É digno de elogios o trabalho que vem sendo realizado pelo delegado Israel Lima Braga Rubis, à frente da delegacia seccional de Arcoverde, com transparência e compromisso com a Polícia Civil, bem como com a sociedade Pernambucana, obtendo o reconhecimento de todos os seus pares, e também das demais autoridades dos órgãos da Administração Pública. É lamentável a postura da parlamentar, e em afronta ao ordenamento jurídico vigente, querer se opor ao Estado Investigação, pois, conforme é cediço, nenhuma autoridade, nem sequer o Presidente da República, está isento de investigação criminal. A ADEPPE estará vigilante e em defesa das prerrogativas dos delegados de polícia à adoção de medidas cíveis, administrativas e criminais contra atos atentatórios à honra dos delegados de polícia. A DIRETORIA"


Diante da transferência, que se mostra das mais escandalosas já praticadas nesse governo do PSB, que já está se caracterizando por perseguir de maneira contumaz os profissionais da Segurança Pública que não se curvam aos seus propósitos pouco ou nada republicanos, a população de Arcoverde foi às ruas protestar e para pedir a permanência do delegado na Seccional, além de criar um abaixo assinado de apoio ao policial (Acesse em https://secure.avaaz.org/po/community_petitions/Governador_de_Pernambuco_Paulo_C_Contra_a_Transferencia_do_delegado_seccional_de_Arcoverde_19a_DESEC_Israel_Rubis/?fZbtZob )

MAIS VISITADAS DO MÊS

PF flagrou 114 contatos telefônicos entre desembargadora afastada e traficante de drogas e assaltante de carro-forte

STF afasta Conselheiro do TCM-BA por propina de R$ 25 milhões exigida quando era ministro das Cidades

STF derruba sigilo de gastos da Presidência e Bolsonaro terá que mostrar faturas milionárias do cartão corporativo

Cabos da PM/PE denunciam que governo de Pernambuco só promove oficiais: "Quanta injustiça numa única corporação!"

Auditoria do TCE/PE constatou fraude fiscal, sonegação fiscal, superfaturamento, não prestação dos serviços em contrato de mais de R$ 16,7 milhões da ALEPE. Com a palavra o MPPE, o MPF, a Receita Federal e a Polícia Federal