William Brigido promove na Assembleia Legislativa de Pernambuco, o primeiro Seminário de Valorização da Vida, Prevenção e Posvenção do Suicídio


O deputado estadual William Brigido (Republicanos) faz nesta terça-feira (17), a abertura do primeiro Seminário de Valorização da Vida, Prevenção e Posvenção do Suicídio. O evento começou às 8h da manhã, no Auditório Sérgio Guerra, na Assembleia Legislativa de Pernambuco. 

“Setembro é o mês da conscientização sobre a importância da prevenção ao suicídio, por isso, estamos promovendo um amplo debate com psicanalistas, psicólogos, estudantes e a sociedade organizada. O objetivo é buscar alternativas urgentes para reverter o número crescente de suicídios em nosso estado”, explicou o deputado. 

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o suicídio é a quarta principal causa de morte de jovens com idades entre 15 a 29 anos, mas temos números alarmantes entre médicos, enfermeiros, idosos, agricultores e policiais. O Centro de Valorização da Vida (CVV) atua na prevenção ao suicídio por meio de apoio emocional às pessoas em situação de risco. 

De acordo com William Brigido, o evento é gratuito e todos estão convidados a fazer essa reflexão conosco. Os participantes terão a oportunidade de debater novos canais de comunicação. “É importante que as pessoas saibam que não estão sozinhas. Vamos falar aqui sobre ansiedade, depressão e a importância de reconhecer seus primeiros sintomas, explicou o Deputado.


MAIS VISITADAS DO MÊS

São dois, os Secretários de Geraldo Julio, presos pela Polícia Federal, ontem, por desvios em obra da BR 101, ambos indicados por Sebastião Oliveira

Mãe "rica" da "Beira Mar" reclama de escola cearense que coloca seus filhos em aulas on line com crianças de "outro nível". Escola emite nota lamentando discriminação

Com Covid19, Sikêra Jr. chora ao vivo e alerta: "não façam como eu fiz. Não subestimem a doença"

Exclusivo: Deputado Sebastião Oliveira, de Pernambuco foi alvo de buscas e apreensões da PF na Operação Outline. Dois ex-servidores do DER foram presos na manhã de hoje

Com salário líquido de R$ 7,9 mil, Secretário de Geraldo Júlio, preso pela PF por desvios no DER, confessa prática de agiotagem e posse de R$ 1,4 milhão em dinheiro. Prefeitura silencia