Advogado Pernambuco procurado pela Interpol é preso ao desembarcar em Guarulhos

 


A Polícia Federal através de sua Delegacia do Aeroporto Internacional de Guarulhos/SP, somado aos esforços conjuntos de sua representação da INTERPOL-Polícia Internacional em Pernambuco, prendeu no dia 06/10/2019, por volta das 8h, RODOLFO JOSÉ COTTARD GIESTOSA FILHO,  advogado, 33 anos, natural de Recife/PE foi preso quando desembarcou no aeroporto de Guarulhos/SP, vindo de um voo procedente de Los Angeles-EUA, na condição de passageiro.

Após ter feito os procedimentos de imigração foi detectado pelos policiais federais que ele estava sendo procurado em vários países através da difusão vermelha no sistema da INTERPOL, tendo de imediato recebido voz de prisão e tomado ciência do Mandado de Prisão expedido em seu desfavor desde o dia 23/05/2019 pela segunda vara criminal da Justiça Estadual/PE.



O preso encontra-se na Custódia do Aeroporto da Polícia Federal em Guarulhos/SP onde ficará a disposição da Justiça Estadual de Pernambuco.

O advogado é investigado pela Polícia Civil/PE, em virtude de ter aplicados golpes oferecendo a emissão de documentos de cidadania estrangeira e de revalidação de diploma para profissionais que querem trabalhar fora do Brasil. Ao todo, 34 pessoas relataram ter sido vítimas do advogado contratado para realizar o serviço. Em Pernambuco, 08 (oito) pessoas prestaram denúncias nas delegacias da Madalena e de Boa Viagem e outras 26 (vinte e seis) vítimas residem nos estados do Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e São Paulo.

As vítimas relataram à polícia que o advogado solicitava pagamento adiantado entre R$ 6.500 e R$ 9,500 reais, para realizar serviços especializados na emissão de cidadania estrangeira, abertura de empresa na Europa e revalidação de diploma para profissionais formados que desejam trabalhar fora do país. E depois que recebia o dinheiro, desligava o aparelho celular e não dava mais satisfações às pessoas. O advogado possui dois registros na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), sendo um em Pernambuco e outro no Distrito Federal.

O advogado encontrava-se foragido desde maio deste ano e desde estão passou a residir em Portugal e o seu nome foi lançado na difusão vermelha da INTERPOL no dia 16/07/2019.

A seccional da OAB em Pernambuco já decidiu pela abertura de processo contra o advogado. A Organização Internacional de Polícia Criminal, mundialmente conhecida como Interpol, é uma organização internacional que ajuda na cooperação de polícias de diferentes países. Foi criada em Viena, na Áustria, no ano de 1923 e hoje sua sede é em Lyon, na França e tem a participação de 194 países membros. Trata-se de uma central de informações para que as polícias de todo o mundo possam trabalhar integradas no combate ao crime.

MAIS VISITADAS DO MÊS

SDS transfere delegado de Arcoverde que prendeu filho da presidente da Câmara por série de homicídios e população se revolta. Vereadora é do Partido do Governador

PF deflagra Operação contra empréstmos fraudulentos de R$ 8,5 milhões no BNB em Pernambuco. Empresário e bancário estão foragidos da Justiça

Sai PSB e entra PSL no comando do Diário de Pernambuco comprado por bolsonarista que chamou jornalistas de mentirosos e depois apagou o Twit

STJ MANDA INQUÉRITO CONTRA PAULO CÂMARA E GERALDO JULIO, POR SUPOSTOS CRIMES NA LICITAÇÃO DA ARENA PERNAMBUCO, PARA VARA DOS CRIMES CONTRA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NO RECIFE

"Lá no apartamento de Fernandinho...ali eu tenho acesso, toda hora, todo instante". Leia trechos da degravação da conversa entre agiota do jatinho e operador dos Bezerra Coelho revelada em primeira mão pelo Blog