Justiça nega novo afastamento do Prefeito de São Lourenço da Mata mas manda bloquear R$1,7 milhões em bens por irregularidades no contrato do lixo



A juiza Marinês Marques Viana indeferiu, no último dia 21 de outubro, novo pedido de afastamento do prefeito de São Lourenço da Mata, Bruno Pereira, por entender que se pautava em fatos ocorridos em 2017.

Na mesma decisão, a juiza mandou bloquear R$ 1,7 milhão em bens do político e de outros réus na ação de improbidade movida pelo MPPE e que aponta graves danos ao Erário em razão de irregularidades no contrato de limpeza urbana do Municipio.

Veja a decisão:


MAIS VISITADAS DO MÊS

Justiça recebe denúncia contra tenente coronel da PMPE acusado de assediar sexualmente 4 subordinadas policiais militares

Roberto Viana e o Game of Thrones de Pernambuco

Antônio Campos cumpriu o que disse à Época e depôs hoje, no MPF, como testemunha em inquérito sigiloso envolvendo caciques do PSB. Vejam a nota

Indústria de multas de Geraldo Júlio arrecadou R$ 230 milhões em apenas 4 anos enquanto gastos com educação no trânsito não chegam a R$ 550 mil

Monitoramento e "grampos" contra Coronel Meira e Antonio Campos teriam sido ordenados ao DRACO pelo Palácio, segundo informe da Inteligência da PM ao Coronel. Leia denúncia à PF