Lula Cabral volta à Prefeitura do Cabo por decisão de Dias Toffoli. Leia a decisão



O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, concedeu, na manhã de hoje, liminar num pedido de Suspensão de Segurança que autoriza o retorno de Lula Cabral à Prefeitura do Cano de Santo Agostinho.

O político foi afastado e preso numa operação da Polícia Federal por desviar quase cem milhões de reais da Previdência dos servidores. Na decisão, Toffoli diz: "sem prejuízo do reexame posterior da matéria, suspender, até o julgamento definitivo deste incidente, os efeitos da decisão que determinou a prorrogação do afastamento cautelar do requerente da chefia do Poder Executivo local. Comuniquem-se, com urgência , solicitando-se informações ao Tribunal Regional Federal 5ª Região, que deverão ser prestadas no prazo máximo de 10 (dez) dias. Após, dê-se vista dos autos à Procuradoria-Geral da República."

MAIS VISITADAS DO MÊS

Exclusivo: Polícia Civil de Pernambuco prende maior estelionatário do Nordeste. Hacker, que estava foragido, foi preso pela Delegacia do Cordeirro. Golpes ultrapassam a casa dos R$ 100 milhões

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito

Covidão: PF faz buscas nas Prefeituras do Recife, Paulista, Cabo e Olinda contra corrupção na pandemia