Taxista é preso com 400 mil euros na bagagem no Aeroporto dos Guararapes


A Polícia Federal, em Pernambuco, prendeu em flagrante no ultimo dia 27, por volta das 16h, no Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre, o taxista paraense MATEUS FERREIRA DE ARAUJO, de 41 anos, transportando duas malas contendo 400 mil euros em notas de € 50, € 100, € 200 e € 500, totalizando em moeda nacional cerca de 1,7 milhão de reais.


O dinheiro foi apreendido  e o suspeito foi preso em flagrante pelo delito de guardar ou ocultar origem ou movimentação de valores provenientes, direta ou indiretamente, de infração penal, cuja pena varia de 3 a 10 anos de reclusão.

Após a autuação, o preso realizou exame de corpo de delito no IML-Instituto de Medicina Legal e foi levado para a audiência de custódia, onde foi liberado e deverá responder ao processo em liberdade, ficando à disposição da Justiça Federal/PE. 

Durante o interrogatório o suspeito falou que recebeu a orientação de uma outra pessoa (não deu mais detalhes) para entregar a moeda estrangeira quando desembarcasse no Aeroporto de Salvador/BA, após fazer conexão no Aeroporto Internacional dos Guararapes/PE e que pelo serviço de transporte receberia a importância de 1 mil reais.

As investigações prosseguem no sentido de identificar os reais proprietários do dinheiro estrangeiro, sua origem e destinação.

 ESTATÍSTICAS DE APREENSÕES NO AEROPORTO DOS GUARARAPES

 Essa já é a décima apreensão no Aeroporto dos Guararapes no ano de 2019 – até agora 11 pessoas foram presas, sendo 5 homens e 6 mulheres e apreendidos 61Kg de cocaína, 28,4Kg de skunk e 400 mil euros.

As informações são da assessoria de comunicação da PF/PE

MAIS VISITADAS DO MÊS

Justiça recebe denúncia contra tenente coronel da PMPE acusado de assediar sexualmente 4 subordinadas policiais militares

Roberto Viana e o Game of Thrones de Pernambuco

Antônio Campos cumpriu o que disse à Época e depôs hoje, no MPF, como testemunha em inquérito sigiloso envolvendo caciques do PSB. Vejam a nota

Indústria de multas de Geraldo Júlio arrecadou R$ 230 milhões em apenas 4 anos enquanto gastos com educação no trânsito não chegam a R$ 550 mil

Monitoramento e "grampos" contra Coronel Meira e Antonio Campos teriam sido ordenados ao DRACO pelo Palácio, segundo informe da Inteligência da PM ao Coronel. Leia denúncia à PF