TSE reabre investigação sobre uso de fake news em massa nas eleições que favoreceram Bolsonaro



Do Conjur.

O Tribunal Superior Eleitoral determinou a reabertura da ação que investiga o uso de compartilhamento em massa de fake news por WhatsApp pela campanha de Jair Bolsonaro nas eleições de 2018.Coligações pedem que uso de WhatsApp para disseminar mentiras seja investigado

As coligações "O Povo Feliz de Novo" (PT/PCdoB/PROS) e "Brasil Soberano" (PDT/AVANTE) pediu a reabertura da investigação por conta do aplicativo de mensagens ter confirmado a Folha de S.Paulo, no início deste mês, que a eleição brasileira de 2018 teve uso de envios maciços de mensagens. 

O ministro Jorge Mussi, corregedor do TSE, relembra que a Ação de Investigação Judicial Eleitoral foi encerra em dezembro, mas deferiu o pedido para reabertura de investigação.

Clique aqui para ler a decisão

MAIS VISITADAS DO MÊS

Justiça recebe denúncia contra tenente coronel da PMPE acusado de assediar sexualmente 4 subordinadas policiais militares

Indústria de multas de Geraldo Júlio arrecadou R$ 230 milhões em apenas 4 anos enquanto gastos com educação no trânsito não chegam a R$ 550 mil

Roberto Viana e o Game of Thrones de Pernambuco

Antônio Campos cumpriu o que disse à Época e depôs hoje, no MPF, como testemunha em inquérito sigiloso envolvendo caciques do PSB. Vejam a nota

Monitoramento e "grampos" contra Coronel Meira e Antonio Campos teriam sido ordenados ao DRACO pelo Palácio, segundo informe da Inteligência da PM ao Coronel. Leia denúncia à PF