Em nota, Via Trabalho acusa MST de "atentado contra a Reforma Agrária" em Pernambuco


Segue a Nota do Via Trabalho. O blog está aberto para eventual resposta do MST

"MST PROMOVE ATENTADO CONTRA A REFORMA AGRÁRIA EM PERNAMBUCO Enquanto o governo Bolsonaro acaba com a reforma agrária e não tolera os movimentos sociais, caracterizando-os como terroristas, o MST revela uma face não conhecida da opinião pública. Enquanto o ultraliberalismo no mundo pauta uma degradação da vida da grande massa trabalhadora e quem se ergue sofre uma brutal repressão às suas manifestações contra isso, exemplo do Chile. Em Pernambuco, o MST, agindo à lá os fascistas que ele tanto ataca, invade assentamento de reforma agrária, em Jaboatão dos Guararapes, com um grupo armado, e passa a intimidar e ameaçar famílias que estão desenvolvendo uma nova proposta de desenvolvimento para o campo. A organização que coordena este assentamento, a VIA TRABALHO, denuncia está prática que revela uma estupidez do MST e denota haver uma diferença entre a propaganda que o movimento faz acerca de si mesmo e a pratica real no campo. O MST não é o fim da histórica, segundo diz a VIA TRABALHO, que coordena um projeto estratégico no assentamento denominado Fazenda 21, que está sob ataque daquele movimento e defende e pratica que Outra Reforma Agrária é Possível. Talvez por isso, porque a VIA TRABALHO se considera uma alternativa real à luta no campo, é que o MST de forma vil ataque uma organização que é sua coirmã, mas é tratada como inimiga por oferecer uma nova proposta para a reforma agrária que questiona e põe em xeque se o que aquele movimento faz é realmente reforma agrária ou banditismo. O que impressiona é que o MST recentemente foi alvo de repressão contra Normandia e sensibilizou a opinião pública em seu favor, até da própria VIA TRABALHO e, agora, usa os mesmos métodos que condena na direita. Será que a opinião pública vai repudiar esta prática do MST e se solidarizar com a VIA TRABALHO? QUE É ISSO COMPANHEIROS DO MST?"

MAIS VISITADAS DO MÊS

PF flagrou 114 contatos telefônicos entre desembargadora afastada e traficante de drogas e assaltante de carro-forte

STF afasta Conselheiro do TCM-BA por propina de R$ 25 milhões exigida quando era ministro das Cidades

STF derruba sigilo de gastos da Presidência e Bolsonaro terá que mostrar faturas milionárias do cartão corporativo

Cabos da PM/PE denunciam que governo de Pernambuco só promove oficiais: "Quanta injustiça numa única corporação!"

Auditoria do TCE/PE constatou fraude fiscal, sonegação fiscal, superfaturamento, não prestação dos serviços em contrato de mais de R$ 16,7 milhões da ALEPE. Com a palavra o MPPE, o MPF, a Receita Federal e a Polícia Federal