Suspeito de assalto espetacular no aeroporto de Viracopos, no qual dois PMs foram assassinados, passeava livremente pela Feira da Sulanca, em Caruaru, com quase R$ 300 mil, até ser preso pela PF

Com os suspeitos foram apreendidos 270 mil reais em espécie 

A Polícia Federal prendeu em flagrante na noite do dia 03/11/2019, por volta das 22h, ANDERSON STRUZIATTO DOS SANTOS, 31 anos, brasileiro, autônomo, casado, natural e residente em São Paulo/SP e JOSÉ EDMILSON DA SILVA VIANA, 44 anos, brasileiro, motorista, solteiro, natural de Aurora/CE e residente em São Paulo/SP, enquanto ambos passeavam tranquilamente na famosa Feira da Sulanca, em Caruaru portando 270 mil reais e documentos falsos.

A inteligência da PF recebeu informações dando conta da presença de ambos na mencionada Feira, em razão da existência de mandados de prisão expedidos pela Justiça paulista contra um dos suspeitos por participação no assalto a um carro forte no aeroporto de Viracopos onde dois PMs acabaram assassinados.

Abordados pela equipe da PF, os foragidos se identificaram com documentos falsos, resultando daí sua prisão em flagrante que foi confirmada em audiência de custódia.

Na posse de ambos foram apreendidos cerca de 270 mil reais, 120 dólares, 11 (onze) celulares, 01 (um) tablet e 01 (uma) máquina fotográfica. Segundo  os presos, o dinheiro seria fruto da negociação de veículos e que seria utilizado para aquisição de um sítio em Caruaru. Ambos ainda aformaram, em depoimento, que pretendiam montar um comércio de roupas em Caruaru.

Segundo a PF, suspeita-se da participação do preso também em assaltos a carros fortes no Paraguai.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos