Advogado da quadrilha do PSB da Paraíba, pago com dinheiro da corrupção para processar e perseguir jornalistas também foi preso.



O esquema criminoso do ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB), recolhido ao xilindró por corrupção, segundo o Ministério Público Estadual, pagava com dinheiro roubado um advogado que processava para intimidar “jornalistas que ousaram denunciar as práticas do grupo”. O capanga de Coutinho que se prestava a isso se chama Francisco das Chagas, vulgo “Chico Peidão”. O elemento está entre os presos. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Entre jornalistas processados e caçados a mando de Ricardo Coutinho estava a ex-mulher Pâmela Bório, que denunciava falcatruas do grupo.

Jornalistas perseguidos: Anderson Soares, Helder Moura, Marcone Ferreira Thiago Moraes, Nilvan Ferreira, Marcelo José e Alan Kardec.

O Ministério Público chamou de “litigância dissimulada” a desfaçatez de processar jornalistas que denunciaram fatos que de fato ocorreram.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Única nota 1000 do ENEM de Pernambuco faz homenagem a seu professor de Português

Exclusivo: Sai João e entra Tadeu na sucessão no Recife

À Época, Antônio Campos afirma ter denunciado, às autoridades, esquema maior do que o da Paraíba, operando em Pernambuco pelas mãos de Renata Campos e do PSB

Coincidência: donos do terreno desapropriado por R$ 38 milhões por Geraldo Julio são parentes de outro prefeito do PSB

Ataques de Secretário de Geraldo Julio contra Patrícia Domingos em debate são confissão de pânico de uma possivel candidatura da policial à Prefeitura do Recife