Com cargos na Prefeitura do Recife e no Governo de Pernambuco, PDT faz lançamento da pré-candidatura de Tulio Gadelha à sucessão de Geraldo Julio que terá agenda com Ciro e Lupi


Sem informar o que fará com os cargos comissionados que mantém na Prefeitura do Recife e no Governo de Pernambuco, o PDT anunciou o lançamento da pré-candidatura do deputado federal Tulio Gadelha à Prefeitura do Recife, com a presença do ex-ministro Ciro Gomes e do presidente da legenda, Carlos Lupi.

Para fortalecer Gadelha na Capital, Lupi o nomeará presidente da Comissão Provisória do Recife. Lupi também já nomeou a ex-vereadora Izabella de Roldão para essa mesma comissão, mas depois resolveu ceder ao grupo de Queiroz e acabou apoiando o PSB. Roldão que era oposição a Geraldo Julio, na época, hoje responde por uma Secretaria no governo do antigo opositor.

O evento está previsto para acontecer no próximo dia 21 de dezembro.

Durante a visita, Carlos Lupi e Ciro Gomes se encontrarão com Geraldo Julio, atendendo a um convite do prefeito do Recife para a inauguração de uma escola que receberá o nome de Leonel Brizola.

A candidatura de Tulio Gadelha esbarra em resistências internas do grupo comandado pelo ex-prefeito de Caruaru, José Queiroz, que eapera contar com o apoio do governador Paulo Câmara na eleicão em Caruaru contra Raquel Lyra. O grupo de Queiroz mantém cargos tanto na Prefeitura do Recife quanto no governo de Pernambuco.

Mesmo com a resistência interna, Gadelha tem trabalhado a formação de uma chapa de candidatos a vereadores para dar suporte a sua própria candidatura à sucessão de Geraldo Julio.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Justiça recebe denúncia contra tenente coronel da PMPE acusado de assediar sexualmente 4 subordinadas policiais militares

À Época, Antônio Campos afirma ter denunciado, às autoridades, esquema maior do que o da Paraíba, operando em Pernambuco pelas mãos de Renata Campos e do PSB

Única nota 1000 do ENEM de Pernambuco faz homenagem a seu professor de Português

Indústria de multas de Geraldo Júlio arrecadou R$ 230 milhões em apenas 4 anos enquanto gastos com educação no trânsito não chegam a R$ 550 mil

Exclusivo: Sai João e entra Tadeu na sucessão no Recife