Coronéis ligados ao PSB denunciados 12 vezes por corrupção na Torrentes responderão ao Conselho de Justificação e poderão ser expulsos da PM


Os coroneis da Casa Militar de Pernambuco denunciados 12 vezes por fraudes em licitações e contratos, corrupção e lavagem de dinheiro na Operação Torrentes, todos ligados politicamente ao PSB, Partido que domina a politica Pernambuca há décadas, também responderam a um Conselho dr Justificação qur poderá levá-los à expulsão da corporação.

Um dos denunciados é o Coronel Mario Cavalcante que era homem da extrema confiança do ex-governador Eduarfo Campos e que chegou a ser nomeado por Paulo Câmara como interventor na cidade de Gravatá, em substituição ao ex-prefeito Bruno Martiniano que ironicamente fora afastado por corrupção.

Leiam a Portaria publicadano Diário oficial de hoje



MAIS VISITADAS DO MÊS

Aliado de Arthur Lira, do Centrão, Marinaldo Rosendo é alvo de Operação da PF por desvios de recursos do SUS durante sua primeira gestão na Prefeitura de Timbaúba

Após dia de polêmica, Marília Arraes solta nota rebatendo acusações de traição, golpismo e aliança com a direita que lhe foram imputadas por colegas do PT

Lideranças e ex-presidentes defendem reeleição do Bruno Baptista à presidência da OAB/PE

Diretoria Antimáfia Italiana e Polícia Federal em Pernambuco prendem Italiano apontado como líder de rede de traficantes internacionais de drogas. O estrangeiro morava em Aldeia, na cidade pernambucana de Camaragibe

Priscila Krause afirma que João Campos manteve equipe administrativa da Secretaria de Saúde, alvo de sete operações da PF: “de fato ele confia na equipe”