"Muito mais absurdo do que isso, foi o que o Judiciário fez e a população se cala", diz vereador do MDB, sobre aumento que o beneficia. Vereador também se calou, quem denunciou ao MPPE a benesse ao Judiciario foram às Juntas, do PSOL



Ao ser questionado sobre sua posição quanto ao auto-aumento concedido pelos vereadores do Recife, o vereador Samuel Salazar, do MDB, depois de afirmar não ter participado da sessão que aprovou o reajuste para ele e para seus colegas vereadores acusou a população de se calar diante da manobra de Paulo Câmara para pagar verbas indenizatórias de férias ao Judiciário.

Ocorre que quem se calou sobre esse fato foi o vereador, que só o comentou em conversa privada pelo Instagram, cujo "print" consta como prova na ação popular movida pelo Partido Novo contra o aumento dos vereadores.

O vereador que acusa o povo de se calar diante de benesses ao Judiciário, o que não é verdade, também não entrou com nenhuma ação ou representação junto ao Ministério Público para impedir que R$ 60 milhões que deveriam ter sido utilizados para reaparelhar Varas se revertessem em benesses pessoais de juízes e desembargadores. Quem acabou por denunciar a manobra de Paulo Câmara foi o mandato coletivo Juntas, do PSOL, que ontem protocolou uma representação junto à Procuradoria Geral de Justiça.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Aliado de Arthur Lira, do Centrão, Marinaldo Rosendo é alvo de Operação da PF por desvios de recursos do SUS durante sua primeira gestão na Prefeitura de Timbaúba

Após dia de polêmica, Marília Arraes solta nota rebatendo acusações de traição, golpismo e aliança com a direita que lhe foram imputadas por colegas do PT

Lideranças e ex-presidentes defendem reeleição do Bruno Baptista à presidência da OAB/PE

Diretoria Antimáfia Italiana e Polícia Federal em Pernambuco prendem Italiano apontado como líder de rede de traficantes internacionais de drogas. O estrangeiro morava em Aldeia, na cidade pernambucana de Camaragibe

Priscila Krause afirma que João Campos manteve equipe administrativa da Secretaria de Saúde, alvo de sete operações da PF: “de fato ele confia na equipe”